8 perguntas que ficaram sem resposta depois do final de “A Guerra dos Tronos”

Os principais conflitos foram resolvidos, mas existem linhas narrativas que ficaram sem conclusão com o final da popular série.

Será que Arya vai ter um futuro brilhante como exploradora?

IMDB

Em 73 episódios de “A Guerra dos Tronos”, foram muitas as personagens que conhecemos, bem como as linhas narrativas. E se é verdade que as principais histórias tiveram a sua conclusão no derradeiro episódio, transmitido na segunda-feira, 20 de maio, outras ficaram em aberto.

No rescaldo do final de uma das séries mais vistas de sempre, recorde oito perguntas que ficaram sem resposta: algumas ainda podemos esperar para ver se são exploradas nos vários spin-offs do universo de “A Guerra dos Tronos”, alegadamente em fase de pré-produção, mas outras teremos de aceitar que serão para sempre incertezas.

1. Porque é que ainda existe uma Patrulha da Noite?

Foi esta a questão feita por Jon Snow quando Tyrion lhe comunica que será exilado para a muralha pelo assassinato de Daenerys Targaryen. Afinal, com o desaparecimento dos “white walkers” e com a paz alcançada com os selvagens, a finalidade da Patrulha da Noite acaba também por desaparecer. Tyrion ainda explica a Jon que é sempre necessário existir um lugar onde colocar os criminosos e os exilados, mas a grande finalidade da restauração da Patrulha da Noite fica no ar.

2. Onde está a Casa Reed?

Aquando da visão de Bran sobre o nascimento de Jon Snow (perdão, Aegon Targaryen), conhecemos um jovem Howland Reed, pai de Jojen e Meera Reed que, como sabemos, acompanharam Brandon Stark nas suas expedições para além da muralha, onde Bran se tornou o Corvo de Três Olhos.

Para além de ser o pai dos irmãos, Howland Reed é também das poucas pessoas vivas que sabe a verdadeira identidade de Jon Snow, e um leal seguidor da Casa Stark. Porém, os Reed estiveram completamente ausentes desta última temporada, e nem sinal deles houve quando os nobres dos Sete Reinos se juntaram para decidir o futuro governante de Westeros.

3. Dorne ainda tem uma palavra a dizer?

Foi tão fugaz que muitos não se aperceberam mas, ainda antes da sua morte, Varys mencionou que existia um novo príncipe em Dorne. Mas de quem estamos a falar? E como é que conseguiu chegar ao poder depois de todos os homens da família Martell terem sido assassinados por Ellaria Sand e as suas filhas?

A verdade é que todos os homens Martell que conhecemos da série encontraram mesmo o seu fim — mas há mais nos livros e Quentyn Martell é um deles. Será que será esta uma das personagens principais nos potenciais spin-offs que podem surgir do universo de “A Guerra dos Tronos”?

4. De quem era a voz nas chamas?

Varys nunca chegou a saber a quem pertencia a voz nas chamas que lhe disse que as partes do seu corpo que lhe tinham sido retiradas (todos nos recordamos que ele era eunuco, certo?) teriam sido utilizadas por um feiticeiro num ritual de magia. Kinvara (quem?) ainda se ofereceu para lho dizer, mas nunca o fez. E nunca saberemos.

5. O que aconteceu a… quem mesmo?

Num domínio tão grande como Westeros, e em nove anos de série, muitas foram as personagens que conhecemos e desapareceram sem grandes justificações — tanto que até as poderíamos considerar irrelevantes para o decorrer da história. Mas vamos ter de aceitar que nunca saberemos se Illyrio Mopatis, de Pentos, se arrependeu de ter apoiado a revolução de Daenerys Targaryen, se Jaqen H’ghar, em Braavos, alguma vez ouviu que foi Arya a matar o Rei da Noite, ou se Salladhor Saan recuperou os navios que emprestou a Stannis Baratheon.

6. O que há a Oeste de Westeros?

No final da série, ouvimos Arya comunicar aos irmãos que iria partir para Oeste, “o local onde todos os mapas acabam”, e vemos a brava heroína a navegar em busca de território desconhecido. Mas, nos livros, a personagem Elissa Farman (a quem Daenerys pode agradecer pelos seus ovos de dragão) já tinha liderado uma viagem até três ilhas a sudoeste de Westeros, e acreditou sempre que existiam territórios por explorar — tanto que acabou mesmo por navegar em direção ao Oeste, para nunca mais voltar. Será que uma das prequelas vai explorar esta linha narrativa ou Arya será a protagonista de um spin-off, focado nas suas aventuras como navegadora?

7. Sir Davos era ou não casado?

Apesar de não ter mencionado a mulher durante muitos anos, Davos é um homem casado. É verdade que abandonou a sua companheira para partir para a guerra junto de Stannis, depois com Jon Snow, e ainda com Daenerys. E será que voltou para junto da mulher depois da Batalha de Blackwater, para fazer o luto do filho de ambos? Não. Enviou um corvo à família para os informar do seu regresso? Não. Em todas as viagens que fez por Westeros sequer mencionou a mínima preocupação pela mulher? Também não. Só podemos imaginar a receção calorosa (ou não) se algum dia voltar a casa.

8. Será que Sam vai pagar multas da biblioteca?

Depois de matar um “white walker”, o certinho Sam teve um gosto de rebeldia e roubou vários livros da secção proibida da biblioteca da Cidadela. Será que os mestres alguma vez deram por falta das obras? Irá sofrer repercussões por tal? Ou será que vai apenas colecionar umas quantas multas de atraso?

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]