Como se fazem chorar os bebés em filmes ou séries de televisão?

Apesar de poderem ser assustados com barulhos estridentes, uma professora de representação diz que esses métodos são de evitar.

Os bebés só podem gravar quatro horas por dia

joffi/Pixabay

No sexto episódio da segunda temporada de “Friends”, Monica (Courteney Cox) é gozada pelos amigos quando o sobrinho bebé chora sempre que está ao colo dela. Apesar de a sitcom norte-americana ser uma das que mais utilizou faixas de áudio com risos falsos ao longo da história, o choro do bebé era real. Mas como é que se consegue fazer com que os bebés entrem num pranto desgraçado sempre que uma cena assim o exige?

Segundo a revista “Insider”, é através de uma espécie de treinador de bebés, que consegue pôr em prática aquilo que o realizador de uma determinada produção pretende que uma criança faça em frente às câmaras.

Um desses treinadores é Elaine Hall, professora de representação, que diz ter uma taxa de sucesso de 100% apenas utilizado métodos que gerem empatia entre ela e o bebé.

É que embora as cenas sem choro sejam as mais fáceis, onde Elaine diz que basta usar caras engraçadas por trás da câmara para os fazer rir, fazê-los chorar implica uma outra técnica “bem mais especial”.

“O que faço para que os bebés comecem a chorar é começar eu mesma a chorar. Quando eles ouvem alguém num pranto, começam a chorar instantaneamente. É um dos exemplos de empatia entre nós”, e diz que esta técnica ainda hoje não lhe falhou nas muitas produções em que esteve envolvida.

“Quando paro de chorar e olho para a criança e lhe mostro que está tudo bem, ela também se sente mais calma e muito rapidamente para de chorar.”

Mas esta é apenas uma de muitas técnicas que os treinadores usam em estúdio. Há outras como usar maus cheiros ou assustar a criança com sons muito altos, mas Elaine diz que estes métodos são de evitar “porque podem ser prejudiciais para qualquer bebé.”

No entanto, admite ainda à mesma publicação que, em último caso, podem ser utilizadas campainhas ou chocalhos apenas para captar a atenção da criança e nunca para as assustar.

Os bebés, ao contrário dos atores adultos, só podem trabalhar cerca de quatro horas por dia e há sempre uma enfermeira e um professor de representação em estúdio com eles. E diz Elaine que é fundamental que, antes que cena seja gravada, o bebé tenha tempo de estar com o ator ou atores com quem vai gravar.

“É importante que os dois criem uma relação fora das câmaras, para que não seja como pôr uma criança no colo de uma pessoa totalmente estranha”, conclui.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]