A inteligência artificial é cada vez mais usada nas mais variadas áreas. Na saúde, na educação, no marketing, no mercado financeiro, e, mais recentemente, também na moda.

A Huawei, a gigante tecnológica chinesa, que tem vindo a recorrer à Inteligência Artificial para ajudar crianças surdas a aprender a ler ou até para detetar deficiências visuais em jovens, acaba de dar mais um passo usando esta tecnologia. Em parceria com a designer também chinesa Anna Yang, a marca criou uma coleção de moda desenvolvida a partir da IA, através do telemóvel Huawei P30 e P30 Pro.

A designer que já vestiu Lady Gaga é a fundadora da marca ANNAKIKI e criou 20 peças com a ajuda de uma aplicação criada pela Huawei onde foram introduzidas milhares de imagens de moda dos últimos 100 anos, juntamente com imagens de coleções da estilista. Esta combinação, com o uso da Inteligência Artificial, fez com que a app apresentasse inúmeras propostas de outfits, que ajudam o designer no processo criativo.

Primark lança coleção para ocasiões especiais — desde casamentos a cocktails

As cores do novo smartphone da Huawei e as suas definições inspiraram Anna Yang para a criação destas peças. “A criação com tecnologia tem sido extremamente estimulante e tenho a certeza de que, no futuro, a tecnologia terá um papel fundamental na moda no mundo, abrindo as portas a cenários novos que hoje só podemos imaginar”, explicou a designer.

Esta coleção foi apresentada num desfile em Milão para meios de comunicação e influenciadores de todo o mundo, no evento “Fashion Flair”, um conceito que a marca quer começar a explorar. Para conhecer em primeira mão esta coleção, a Huawei convidou Raquel Strada, que representou Portugal.

A coleção está disponível na loja online LuisaViaRoma e parte do valor das vendas irá para um projeto de apoio a jovens talentos de uma das mais reconhecidas escolas de moda de Itália.

9 fotos

A MAGG viajou a Milão a convite da Huawei.