Televisão americana esteve na apresentação do filho de Meghan e Harry — e os britânicos não gostaram

A CBS marcou presença na exclusiva conferência de imprensa. A apresentadora do programa da estação é amiga pessoal de Meghan Markle.

Meghan deu à luz na madrugada de segunda-feira, 6 de maio

Youtube

O nascimento do primeiro filho de Meghan Markle e do príncipe Harry tem marcado uma série de estreias: a duquesa de Sussex deu à luz num hospital luxuoso, e não no estabelecimento de saúde onde nascem grande parte dos membros da família real, e foi o pai a segurar na criança quando esta foi apresentada ao mundo. Mais uma: na curta e exclusiva conferência de imprensa com o novo bebé real, que durou cerca de três minutos, esteve presente um meio de comunicação norte-americano.

Isto é particularmente curioso — e aborrecido para a imprensa britânica — porque só estiveram presentes um fotógrafo, um repórter e três câmaras na entrevista. Se isto já é pouco habitual, privilegiar um meio norte-americana em detrimento de um britânico é quase inédito.

Isto não passou incólume aos britânicos, com Dickie Arbiter, o antigo porta-voz da rainha, a criticar a presença da televisão estrangeira, nesta caso a CBS, no momento em que Meghan e Harry posaram com o filho recém-nascido para a imprensa, no castelo de Windsor.

De acordo com uma notícia do “Daily Mail”, os duques terão agendado esta conferência de imprensa num horário em que fosse possível coordenar com os programas da manhã norte-americanos, incluindo o da CBS. Este é apresentado por Gayle King, amiga de Meghan Markle, que marcou presença no seu luxuoso baby shower em Nova Iorque, Estados Unidos.

Esta atitude do casal foi vista como uma afronta aos meios de comunicação britânicos, embora a CBS não tenha tido acesso a nenhuma informação ou fotografia exclusivas.

O mesmo canal norte-americano foi também o escolhido para gravar um especial televisivo sobre o nascimento do bebé real: o programa “Meghan and Harry Plus One” será transmitido na CBS no dia 17 de maio, e será apresentado por Gayle King. Também de acordo com o “Daily Mail”, este especial deverá incluir testemunhos de membros do staff real, bem como relatos de amigos de Meghan.

Apesar da relação social da duquesa de Sussex com Gayle King, a proposta da CBS para a gravação do especial foi escolhida aleatoriamente entre outras candidaturas de televisões norte-americanas, como a NBC e a ABC.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]