Chegou ao fim a série “The Act“. Na passada quinta-feira, 2 de maio, a HBO Portugal transmitiu o oitavo e último episódio da história da mulher com o Síndrome de Münchhausen que submeteu a filha a inúmeros tratamentos desnecessários. A série é inspirada em factos verídicos e conta como Dee Dee (Patricia Arquette) fingiu durante anos ter uma filha, Gypsy (Joey King), extremamente doente.

Era tudo mentira. Asma, epilepsia, problemas de aprendizagem, distrofia muscular e uma leucemia na infância. Era vasta a lista de doenças que Dee Dee dizia que a filha tinha. A ausência de documentos médicos era sempre justificada pelo furacão Katrina que, dizia a mãe, tinha destruído todos os registos clínicos.

Gypsy viveu assim até aos 23 anos. Exasperada pela falta de liberdade, é nessa altura que traça um plano com o namorado, Nicholas Godejohn (Calum Worthy), para matar a mãe. O crime acontece, mas em poucos dias são apanhados. Hoje Gypsy encontra-se a cumprir uma pena de prisão de dez anos, Nicholas foi condenado a perpétua.

Se fez questão de se manter afastado de todos os artigos sobre a série, o final traz-lhe finalmente a possibilidade de poder investigar mais sobre esta história verídica. E não há nada como começar pelas semelhanças e diferenças entre os atores de “The Act” e as pessoas que interpretam. Da vizinha de Gypsy à mãe de Dee Dee, mostramos-lhe tudo.

8 fotos