“Não fazemos pilinhas”, avisam. Fora isso, vale tudo. Catarina Capelo e Rute Ferreira dedicam o seu tempo livre aos bordados e ao ponto cruz, mas nada do que lhes sai das mãos é aborrecido.

“É que quem ouve a palavra bordados pensa logo ‘hey, que foleirada, isso é coisa das avós”, diz Catarina, talvez porque também ela tenha reagido assim quando Rute lhe contou que tinha como hobby bordar. Mas a verdade é que também Catarina se dedicava às linhas nos tempos que o design lhe deixava livres, ainda que preferisse o ponto cruz.

Catarina Capelo, 27 anos, e Rute Ferreira, 25 anos, foram a dupla de bordadeiras

Não demorou muito tempo até que estas duas designers chegassem à conclusão de que havia espaço para mostrar o potencial de algo aparentemente aborrecido e, já em equipa, começaram a criar peças com “um humor certeiro”, como gostam de as apresentar. Assim nasceu o d’enfiada, um projeto de peças bordadas com humor.

Existem meias com as palavras “Fuck” e “Off” em cada pé, emblemas de ananáses, molduras com “Don’t be a pussy” ou “Acabei de chegar e já me arrependo”. E nem no Natal o espírito da boa vontade se apodera destas duas. Há aros a desejar “Happy fucking holidays” e “It’s Christmas bitches”.

“Ainda há pouco tempo nos pediram uma moldura com o nome do bebé e nós, a pensar ‘ai que aborrecido’, sugerimos uma solução mais à nossa imagem”, conta Catarina. O quarto da criança conta agora com uma moldura bordada com “Home is where the fart is” e Catarina justifica: “Não nos peçam nada que seja chato ou fofinho. Se vem aí uma criança, vem aí cocó”. E puns.

Para já os bordados são feitos nos tempos livres, mas Catarina e Rute esperam em breve fazer disto uma ocupação a full time.

9 fotos

Ainda sem loja física, aproveitam as redes sociais para divulgar e vender os artigos e, sempre que podem, marcam presença em feiras, espaço onde os clientes apanham algumas surpresas com as frases escolhidas. “Temos um bordado que é ‘Ainda bem que vieste'”, uma frase que digo muitas vezes quando alguém do grupo diz uma asneirada qualquer. Claro que as pessoas pegam na moldura a pensar ‘olha que fofo, ainda bem que vieste’, mas não, aqui não há nada de fofo”, brinca Catarina.

Este domingo, dia 12, vão estar das 10 às 18 horas na Feira do Intendente, em Lisboa, e no próximo fim de semana marcam presença no Mercado Criativo, também em Lisboa.