Depois de lhe termos mostrado as novidades da Netflix para maio, é altura de ver todas as séries que vão ficar disponíveis para ver na HBO Portugal. Além de “My Dad Wrote a Porno”, que promete ser a estreia mais original da plataforma por ser uma adaptação direta de um podcast, há ainda outras que prometem agradar a todo o tipo de espectador.

É o caso de “Blindspot”, uma série de mistério que acompanha as investigações do FBI depois de uma mulher aparecer nua e totalmente tatuada nas ruas de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Mas há ainda “Chernobyl”, que promete ser uma das séries mais impactantes do ano.

Netflix. A nova série com Renée Zellweger e 4 outras novidades de maio

A série vai contar e recriar o desastre nuclear de 1986, acompanhando três figuras reais que tentaram salvar o máximo de vidas possível após a catástrofe.

Mostramos-lhe tudo o que vai chegar à plataforma da HBO durante as próximas semanas.

“Blindspot”, 3.ª temporada — 3 de maio

Esta é a série perfeita para quem gosta de mistérios difíceis de desvendar e que, à medida que os episódios vão passando, vai tornando-se cada vez mais complexa.

Em “Blindspot”, conta-se a história de uma mulher (Jamie Alexander) que surge nua e totalmente tatuada o meio de Times Square, nos Estados Unidos. Quem é, de onde veio e por que motivo apareceu ali? Não se sabe. Mas as dúvidas não se ficam por aqui: é que, nas costas, tem tatuado o nome de um agente do FBI.

Porque é que as cenas de “A Guerra dos Tronos” estão cada vez mais escuras?

Realizada por Martin Gero (“Bored to Death”), esta série de crime conta com Jamie Alexander (“Thor”) e Sullivan Stapleton (“300: O Início de um Império”) nos papéis principais.

“Chernobyl”, 1.ª temporada — 7 de maio

Promete ser uma das séries do ano ao contar e recriar o desastre nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, em abril de 1986. Prometia ser um dia como tantos outros até que uma explosão na central nuclear causou estragos. Ainda hoje, o evento é visto como um dos piores desastres de sempre da nossa História.

Além de assumir um tom documental, “Chernobyl” vai apostar também na recriação da catástrofe ao acompanhar três figuras reais que tentaram salvar o máximo de pessoas possível após a explosão. São eles os físicos Ulana Khomyuk e Valery Legasov, bem como Boris Shcherbina, que na altura servia como vice-primeiro-ministro.

Realizada por Craig Mazin (“A Ressaca — Parte II”), o elenco e composto por nomes com Jared Harris (“Mad Men”), Stellan Skarsgård (“O Bom Rebelde”) e Emily Watson (“Dragão Vermelho”).

“My Dad Wrote a Porno”, 1.ª temporada — 12 de maio

“My Dad Wrote a Porno” é a nova série da HBO e é uma adaptação do podcast britânico que foi lançado em 2015. No podcast, Jamie Morton, um dos apresentadores, lê uma série de contos eróticos que foram escritos pelo pai sob um pseudónimo.

Espera-se que a adaptação para televisão siga os mesmos moldes, em que a cada episódio é revelado um novo capítulo erótico do pai do apresentador.

Estes memes sobre o último episódio de “A Guerra dos Tronos” são de chorar a rir

Numa entrevista ao “The Hollywood Reporter”, Nina Rosenstein, vice-presidente da HBO, revelou que a série “vai mostrar, da melhor forma possível, como os pais podem ser constrangedores”, e aplaudiu o facto de os responsáveis pelo podcast terem consigo transformar “situações constrangedores em experiências hilariantes.”

“Catch-22”, 1.ª temporada — 18 de maio

Baseada no livro com o mesmo nome, “Catch-22” é uma comédia que acompanha um soldado da Força Aérea durante a Segunda Guerra Mundial que se presta a todo o tipo de aventuras para não ser chamado para novas missões.

Qual a maneira mais fácil de ser dispensado das forças militares? Ser considerado louco. Os problemas começam, precisamente, quando a personagem principal começa a agir como um. 

Se ainda não ficou convencido, vai gostar de saber que o elenco é de luxo. É que além de George Clooney (“Nos Idos de Março”), há ainda Kyle Chandler (“Bloodline”) e Hugh Laurie (“Dr. House”) como protagonistas.

“Years and Years”, 1.ª temporada — 22 de maio

É uma minisérie de apenas seis episódios, mas nem por isso promete ser menos intensa. Com Emma Thompson (“O Amor Acontece”) como protagonista, “Years and Years” vai mostrar como uma família fictícia reage aos acontecimentos ao longo de 15 anos.

A certa noite, um acontecimento fulcral promete mudar as suas vidas para sempre e tudo o que acontece depois é visto em jeito de flashbacks. 

A série britânica é realizada por Simon Cellan Jones, o mesmo que ficou conhecido por produções como “Jessica Jones” e “Ballers”.