Meghan Markle e Harry podem mudar-se para África durante 3 anos

Os duques de Sussex podem estar de saída do Reino Unido. O objetivo é aproveitar a visibilidade do casal para causas solidárias.

O destino oficial só deverá ser conhecido em 2020

Apesar de meio mundo estar à espera do nascimento do primeiro filho de Meghan Markle e do príncipe Harry, que pode ser anunciado a qualquer momento (se é que a criança já não nasceu em segredo), chegam agora notícias de que os duques de Sussex podem estar a planear uma mudança drástica nas suas vidas.

De acordo o jornal “Daily Mail”, Meghan e Harry podem mudar-se para outro país para abraçar “um papel que envolve a Commonwealth, trabalho solidário e a promoção da Grã-Bretanha”. Segundo a mesma publicação, o país de destino ainda não foi decidido, mas a iniciativa prende-se com a visibilidade que os duques de Sussex têm, e que pode ser utilizada para chamar a atenção para as mais diversas causas.

Esta não deverá ser uma mudança de curta duração: de acordo com o “Daily Mail”, Meghan Markle e o príncipe Harry podem permanecer no país durante cerca de dois ou três anos. Apesar de ainda não existir uma confirmação do destino, que deve ser decidido apenas no próximo ano, especula-se que seja escolhida uma nação no continente africano devido ao significado deste para o casal.

Um porta-voz oficial da família real britânica comentou os rumores da mudança, mas salientou que, “neste momento, quaisquer planos para o duque e para a duquesa de Sussex são puramente especulações” e adiantou que não existem “decisões tomadas acerca dos seus futuros papéis”.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]