Quem é que sabe tudo o que se passa na televisão portuguesa? Quem é aquela pessoa que reconhece todas as personagens da novela, tem noção de todas as tramas, vibra com os apresentadores da manhã e não perde nada do que se passa à tarde na TV?

A avó, claro. A avó adora os canais generalistas (confessa-nos esta avó que é fã de Cristina Ferreira, em particular) e é uma verdadeira enciclopédia no que diz respeito à televisão portuguesa. Maria Fernanda Simões tem 75 anos e é a autora da nova rubrica da MAGG, “A avó explica”. Todas as semanas, é ela quem nos conta o que de mais interessante aconteceu na televisão.

Aqui fica o seu quarto texto.

A semana que passou foi uma semana rica de conteúdos nos programas da manhã. Entrevistas, conversas e momentos que me deixaram completamente rendida ao “Você na TV” e ao “Programa da Cristina”.

Deste último programa destaco quatro momentos. O primeiro foi a conversa com o mágico Luís de Matos. É impressionante todos os truques que faz. No “O Programa da Cristina” tirou um anel à apresentadora e colocou-o numa caixa. Depois trouxe consigo um embrulho selado para que se tivesse a certeza de que seria impossível abrir e ver o seu conteúdo. Não sei como, mas o anel da Cristina foi mesmo parar ao embrulho selado. Como não sei, mas o truque foi transmitido em direto e a apresentadora ficou sem palavras. O Luís de Matos é realmente o suprassumo da magia.

A Avó Explica. A entrevista a Simone de Oliveira e o “Você na TV”

Outro momento que me tocou foi a conversa com o fadista Ricardo Ribeiro que aos 16 anos guardava gado. Ia para o monte com os animais e lá ouvia música e lia, enquanto o gado pastava. Hoje em dia é um grande fadista. A mim fez-me pensar que realmente o querer é uma grande parte do fazer acontecer.

A entrevista ao José Carlos Pereira, para mim, foi um dos momentos altos da semana. Falou da vida dele como médico, como é fazer urgências — que diz não ser nada fácil — da transição da representação para a medicina e conta que o estágio está a correr “lindamente”. Apesar de ter demorado quase 17 anos a terminar o curso, José Carlos Pereira aparenta estar feliz. Outro exemplo que demonstra que com esforço e dedicação tudo se consegue.

Outra entrevista que gostei foi à doutora Helena Sacadura Cabral. Sou fã indiscutível desta senhora. A conversa foi sobre o último livro, “Tempo de Esperança”, que partilha as suas memórias e reflexões. Helena Sacadura Cabral tem uma conversa fluida e atraente e sinto que aprendo sempre qualquer coisa quando a oiço falar. É uma mulher que admiro imenso – tanto que tenho todos os livros que publicou.

Passando para temas mais leves, tenho que destacar a festa havaiana no mesmo programa. Gostei de ver os pratos típicos da região e tenho especial curiosidade em experimentar as poke bowls – que já começam a chegar ao nosso País. Gostei muito da música e dos vestidos coloridos. Por falar em vestidos, não posso deixar de comentar os vestidos que a Cristina tinha na quarta e quinta-feira: mais uma vez digo, se fosse mais nova usaria até à exaustão.

A festa havaiana teve direito a palmeiras, camisas exóticas e muito mais

Se a Cristina voltou das suas férias na última semana, no “Você na TV” foi a vez de Manuel Luís Goucha. Maria Cerqueira Gomes ficou sozinha na condução do programa e eu achei-a muito mais solta. A apresentadora tem sido uma boa surpresa e tem estado descontraída, sem pressão e com uma simpatia ímpar. Tem sido um “Você na TV” muito agradável de ver.

Neste programa destaco dois momentos: a entrevista ao ator Diogo Morgado sobre o seu novo filme e a entrevista ao inigualável Herman José.

No “Você na TV” a entrevista ao ator surgiu com o filme que será lançado já dia 1 de maio, “Solum”. Este é um filme português, com atores portugueses mas filmado em inglês – uma vez que se projeta como um filme para o mundo, feito à escala mundial. “Solum” foi gravado nos Açores e conta a história de oito concorrentes deixados numa ilha onde têm de lutar pela sobrevivência. Um bom programa para o feriado que se aproxima.

A Avó Explica. Adoro viajar pelo mundo com as novelas da TVI

Gostava também de destacar a entrevista ao Herman José que contou um episódio especial da sua vida ao qual achei imensa piada — revelou que a mãe foi ver um espetáculo dele, mas que não se sentia muito confortável. Apesar disso, no final, Herman agradeceu à progenitora todo o apoio que esta lhe tem dado ao longo da sua vida. A mãe levantou-se, agradeceu o público acarinhou-a com uma salva de palmas. No dia seguinte estava presente no espetáculo e, quando chegou ao momento do agradecimento por parte do filho, a mãe de Herman José não se acanhou e foi muito mais efusiva do que no dia anterior.

Achei piada à situação, e mais achei quando ele contou que naquele momento quase que teve de chamar os seguranças para tirar a mãe do meio do público. Claro que tudo isto foi contado com aquela piada que só o Herman sabe ter.

Por esta semana ficamo-nos pelos programas da manhã. Volto para a semana com o melhor da televisão generalista. Até lá.