Viajar é um dos grandes prazeres da vida e há poucas sensações iguais às de entrar num quarto ou numa casa que foi preparada para nos receber, estejamos nós a falar de um hotel de 5 estrelas, de um hostel ou de um Airbnb. Esta última opção tem sido, aliás, uma das mais escolhidas pelos turistas, não só porque em alguns casos fica mais barato, principalmente se viajar em família ou grupos grandes, mas também pela sensação de casa que proporciona..

No entanto, nem tudo é perfeito nesta opção de alugar casa ou quarto no destino de férias e já são várias as queixas relativas à segurança de optar por Airbnb. São já vários relatos de quem encontrou câmaras escondidas nas propriedades.

De acordo com as regras da plataforma online de alojamentos turísticos, os anfitriões devem informar os hóspedes caso tenham câmaras de vigilância nas casas, e não estão autorizados a utilizar dispositivos de gravação nos quartos e nas casas de banho. No entanto, a verdade é que basta uma rápida pesquisa no Google para encontrar relatos de hóspedes que foram enganados.

Uma batata gigante nos Estados Unidos transformou-se num Airbnb

Num artigo originalmente publicado pelo “The Huffington Post”, vários especialistas de segurança e tecnologia dão conselhos aos hóspedes para aprenderem a descobrir possíveis câmaras ocultas. Leia as seguintes quatro dicas e proteja a sua privacidade.

Procure objetos fora do lugar

Os hóspedes são aconselhados, pelos especialistas de segurança, a procurem por objetos em lugares pouco comuns ou estrategicamente localizados de frente para as camas ou para os chuveiros. “Se alguém estivesse a tentar gravar, onde colocaria a câmara para obter as imagens que quer?”, é a pergunta que Jack Plaxe, fundador e diretor da Security Consulting Alliance no estado do Kentucky, Estados Unidos, quer que os turistas façam a si mesmos.

Cubra ou desligue objetos suspeitos

“Se tem suspeitas sobre alguma coisa na casa, como um despertador, por exemplo, tire uma peça de roupa da sua mala e coloque-a em cima do objeto”, aconselhou Jack Plaxe. “Se existir uma lente escondida no interior, já não vai ser captada nenhuma imagem.”

Para além disso, uma vez que algumas câmaras ocultas precisam de uma fonte de energia ligada para funcionar, pode sempre desligar alguns objetos. “A primeira coisa que faço quando viajamos, seja para um hotel ou para um Airbnb, é desligar todos os relógios, especialmente os das mesas de cabeceira dos quartos ou então colocá-los na gaveta”, contou Carrie Kerskie, CEO da Griffon Force, outra empresa norte-americana especializada em segurança.

Estão para chegar casas fabricadas pela Airbnb e vai poder comprá-las

Verifique a rede de wi-fi

Andrew Barker, um consultor de tecnologia de informação contou ao “The Huffington Post” que descobriu uma câmara escondida numa casa graças a uma aplicação que verifica a rede. No seu blogue de viagens, Andrew Barker explica que os hóspedes podem usar esta tecnologia para ver os dispositivos que estão ligados à rede, juntamente com os seus endereços IP e fabricantes correspondentes. O norte-americano conta que suspeitou da existência de câmaras quando viu um dispositivo ligado com o nome “IPCAMERA”. A Network Scanner e a Fing podem ser opções de apps úteis para este efeito.

Utilize uma luz para encontrar as câmaras

Os especialistas aconselham que desligue as luzes da casa e use uma lanterna para tentar encontrar câmaras que possam estar escondidas. “Se apagar as luzes e acender apenas uma sobre um dispositivo suspeito, terá provavelmente um reflexo da lente”, explicou Andrew Barker.