A oitava e derradeira temporada de “A Guerra dos Tronos” caminha para o fim. Os mortos estão a chegar, o inverno bem instalado e todos os fãs anseiam por saber quem vai finalmente sentar-se no trono de ferro, isto se os vivos sobreviverem à batalha de Winterfell.

Se faz parte do grupo de pessoas que se quer agarrar a tudo o que tenha a ver com este universo, pode sempre mudar-se para um castelo saído diretamente de Westeros — na Irlanda do Norte, o castelo que serviu de cenário a Riverrun, correspondente à casa Tully, está à venda. Se não tiver dinheiro para se mudar para lá pode sempre marcar só uma visita, pronto.

Quem segue a série conhece Riverrun da sexta temporada da produção da HBO, durante a altura em que Jaime Lannister cercou o castelo pertencente à casa Tully, a família de Catelyn Stark, pretendendo tomar o controlo do mesmo. Na realidade, a propriedade tem o nome de Gosford Castle, e está situada na cidade de Armagh, na Irlanda do Norte.

Porque é que as cenas de “A Guerra dos Tronos” estão cada vez mais escuras?

Uma grande parte desta fortaleza, com seis grandes apartamentos, está à venda por cerca de 580 mil euros. De acordo com os dados da oferta imobiliária da propriedade, o castelo foi construído por volta do ano de 1800, chegou a acomodar tropas e prisioneiros durante a Segunda Guerra Mundial e até já foi um hotel.