A nova roupa de banho masculina da Guess é feita a partir de plástico retirado dos oceanos

A marca desenvolveu uma coleção artística e eco-consciente de oito peças, em parceria com Eduardo Bolioli.

Bolioli já pintou pranchas de surf para marcas como a Quiksilver, Billabong e Gotcha

Existe agora um novo destino para as garrafas de plástico que poluem os oceanos. A Guess anunciou o lançamento de uma coleção de swimwear masculino sustentável, em colaboração com Eduardo Bolioli, artista uruguaio.

Reduzir a ameaça ambiental do lixo plástico dos oceanos é o principal objetivo da coleção cápsula, composta por oito peças feitas em fibra de poliéster 100% reciclada. Os quatro calções de banho e as quatro T-shirts que a compõem incluem uma etiqueta, feita em papel 100% reciclado, com a frase “Esta peça é ecologicamente consciente”.

Inspirados no mar e na natureza terrestre, os artigos de swimwear foram pensados com base na pop-art e na mistura de cores e padrões associadas ao surf, que caracteriza o trabalho de Bolioli. Em comunicado de imprensa, o artista mostrou-se “honrado” por participar num projeto que “contribuirá para aumentar a consciência social sobre as ameaças enfrentadas pelos nossos oceanos”.

Bolioli deu também uso às memórias de infância, vivida nas praias do mar mediterrâneo. O resultado foram padrões com baleias, peixes voadores, tubarões-martelo e tantos outros seres vivos estampados numa paleta de cores onde vermelho, azul escuro, verde e azul claro ocupam o papel principal de cada uma das peças. Para cada calção de banho existe ainda uma T-shirt branca complementar, com um pequeno bolso aplicado na frente, do mesmo padrão.

A coleção é de edição limitada e estará disponível no site da Guess e em lojas selecionadas a partir de maio. Os calções podem ser adquiridos pelo preço de 69,90€ enquanto que as T-shirts serão vendidas a 32,90€.

A paleta de cores é inspirada nos mares e oceanos: vermelho para o Mar Vermelho, azul escuro para o Oceano Pacífico, verde para o Mar das Caraíbas e azul claro para o Oceano Índico

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]