A relação de William e Harry está à beira da rutura? 5 momentos-chave que podem explicar o que se passa

Os irmãos chegaram separados à missa de Páscoa este domingo. A imprensa nacional e internacional garante que as coisas não estão bem.

William e Harry à chegada a Windsor, dias antes do casamento real

Apesar de ter mais do que motivos para celebrar – só este mês aconteceu o aniversário da Rainha, o aniversário do príncipe Louis e ainda está prevista a chegada do filho de Harry e Meghan – a casa real britânica parece estar a passar por um momento delicado.

A imprensa não tem dúvidas de que o problema está nos irmãos William e Harry que, antes inseparáveis, estão cada vez mais distantes. As atitudes dos dois não parecem coadunar com uma relação estreita e já foram muitos os reparos feitos. O último prende-se com a missa de Páscoa, mas existem muito outros indícios que esta relação pode não estar nas melhores condições.

1. William e Harry chegam separados à missa de Páscoa

Esta foi a última situação que deu azo a comentários de que a relação entre os irmãos mais conhecidos da família real britânica pudesse estar a enfraquecer. Na missa de Páscoa, 21 de abril, os irmãos chegaram separados. O primeiro a chegar à porta da igreja foi Harry, que veio sozinho – Meghan não o terá acompanhado devido ao seu estado avançado de gravidez. Pouco depois chegaram William e Kate Middleton. Está é uma situação pouco comum na dinâmica dos filhos de Diana, uma vez que os dois costumam chegar aos eventos familiares juntos.

2. Os duques de Sussex podem mudar-se para África

Durante esta última semana, foi noticiado que os duques se poderiam mudar para África depois do nascimento do primeiro filho. Há quem veja esta hipótese como a gota final no relacionamento dos irmãos. Existem ainda relatos de que o William quer o irmão “o mais longe possível”. Segundo publicações internacionais, Austrália e Canadá também estão em cima da mesa – até porque a ex-atriz viveu algum tempo neste último país quando estava em gravações para a série “Suits”.

3. A criação de uma nova conta de Instagram

Durante anos, a conta oficial de Kate, William e Harry foi a @kensingtonroyal. Quando Meghan entrou para a família real, integrou também esta conta conjunta. No início de abril deste ano, porém, foi anunciada a criação de uma conta de Instagram dedicada apenas aos duques de Sussex. A divisão dos duques de Cambridge e de Sussex parece evidente.

4. A saída de Harry e Meghan do Palácio de Kensington

A residência oficial dos príncipes sempre foi o Palácio de Kensington, em Londres. William e Kate viviam no palácio e Harry em Nottingham Cottage, uma casa anexa ao palácio fazendo parte da propriedade. Mesmo depois do casamento com Meghan, o príncipe permaneceu com a mulher na mesma habitação.

Meses depois foi anunciado que os duques de Sussex se iriam mudar para Windsor, para Frogmore Cottage. A imprensa internacional alegou que a vida rígida no palácio não caia bem no estilo de vida que Meghan e Harry gostariam de levar. Também foi noticiado que, estando um bebé real a caminho, os irmãos gostariam de ter mais privacidade.

5. O aborrecimento de William com o baby shower de Meghan

Segundo o que alguma imprensa noticiou, o príncipe William não terá ficado agradado com a ideia do extravagante baby-shower da cunhada. Quem o diz é o antigo mordomo da princesa Diana. “Acho que o príncipe William vai ficar furioso com a festa extravagante e com o facto de parecer mais uma festa de famosos do que uma festa real”, contou em fevereiro deste ano. “A Meghan está a fazer uma coisa que ele não quer – ter a atenção toda para ela e para o bebé”, disse na mesma altura.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]