Antes de juntar os irmãos Cersei a Jaime, e Daenerys ao sobrinho, Jon Snow, numa relação amorosa, a verdade é que George R.R. Martin (“Nightflyers”), criador da saga, tinha planos muito diferentes para algumas das personagens da história de “A Guerra dos Tronos”. Sansa, por exemplo, chegaria mesmo a engravidar de Joffrey depois do casamento, enquanto Arya e Jon acabariam a apaixonar-se logo no primeiro livro.

Mas não se fica por aqui: é que Tyrion, o anão deformado que toda a família Lannister parece desprezar, era para ter estado envolvido num triângulo amoroso com Arya e Jon. No entanto, depois de os livros serem publicados e a HBO ter decidido adaptar a história, esta ideia foi abandonada de imediato.

Fundadora do Democracia21 analisa o 1.º episódio de “A Guerra dos Tronos”

Segundo um rascunho da história de Martin, e divulgado pela revista “Insider”, o romance entre Jon e Arya seria dramático e iria mexer com a dinâmica da família Stark.

É que apesar de Jon estar destinado a ser Comandante da Patrulha da Noite, o autor norte-americano queria que Arya viajasse com Jon, Catelyn e Bran até à Muralha. E seria nesse momento que Arya descobria que o que sentia por Jon era mais do que um amor de irmãos.

“A Arya vai perdoar mais facilmente [o facto de os homens da Patrulha da Noite não poderem ter família] até chegar à conclusão aterradora de que se apaixonou por Jon, o irmão. A paixão de ambos vai ser um dos pontos fundamentais da trilogia até que, no último livro, é revelada a verdadeira identidade de Jon”, lê-se no rascunho de uma história que, inicialmente, era para ser contada em apenas três livros.

Mas toda linha narrativa era para ter ficado bem mais complexa com Tyrion Lannister a assumir, também ele, o seu amor por Arya.

Com este site pode enviar spoilers de “A Guerra dos Tronos” aos seus amigos

“Exilado, Tyrion vai aliar-se aos Stark e acaba por se apaixonar por Arya. A sua paixão, ainda que não seja correspondida, vai ser tal maneira intensa que dará lugar a uma rivalidade mortal entre ele e Jon Snow”, planeou o autor.

Apesar de nenhuma destes planos ter sido concretizado (até porque Tyrion esteve casado com Sansa e Jon Snow está numa relação com Daenerys, a tia), é a prova de como a história de George R.R. Martins tem evoluído ao longo dos anos. O último capítulo, ainda que em formato de série, começou a ser contado a 15 de abril.

Em Portugal, a última temporada de “A Guerra dos Tronos” é transmitida através do canal SyFy e da plataforma de streaming da HBO.