Estávamos habituados a vê-la protagonizar reality shows como “Laguna Beach” ou séries como “The Hills”. Agora, Kristen Cavallari trocou as grandes cidades pelo campo e, ainda sem abandonar o conceito de reality show, decidiu avançar com um em nome próprio. “Very Cavallari” é programa que segue a vida da empresária, tanto no seu dia a dia no campo, como na forma como gere a sua marca Uncommon James.

O programa estreou a 8 de julho de 2018, nos Estados Unidos, e o primeiro episódio da segunda temporada foi exibido em Portugal no domingo, 7 de abril, no canal E!.

https://www.youtube.com/watch?v=uAKSsOfCqKI

Em entrevista por telefone à MAGG, Kristen Cavallari revela quais os seus episódios preferidos, o que difere a sua marca de joalharia das restantes e confidenciou-nos alguns dos seus segredos para um cabelo e pele de sonho.

Vamos começar a falar do programa. Como descreveria o seu reality show para aqueles que nunca viram?

O programa é um equilíbrio perfeito entre tudo aquilo que tenho na minha vida: é sobre a minha marca, Uncommon James, e os altos e baixos de criar uma empresa, mas também gira à volta da minha relação com o meu marido.

Kristen com o marido, Jay Cutler

E tem algum episódio preferido até agora?

Já viram a segunda temporada? Eu acho a segunda temporada muito melhor do que a primeira. É muito mais real e tem muito mais substância. Gosto particularmente dos episódios quatro e cinco da segunda temporada – voltámos a Laguna Beach e foi realmente divertido. Tive oportunidade de ver o meu pai e de falar abertamente sobre um período complicado na minha vida – a morte do meu irmão. Nesses episódios falo sobre o que senti na altura e o que sinto agora. Estava realmente vulnerável em frente à câmara. Com isto, se poder ajudar alguém que esteja do outro lado já vale a pena.

Mas depois, no final da temporada vamos a Cabo, no México, e esse foi um episódio mesmo divertido de gravar.

O programa gira também à volta da marca Uncommon James. Em que é que esta marca é diferente das outras?

Eu comecei a marca há quase dois anos e nessa altura não se viam muitas peças minimalistas com uma onda mais effortless e esse sempre foi o meu estilo de acessórios. Fui aconselhada a fazer isso e que isso poderia vir a ser a minha marca e assim foi. São peças boas mas que são acessíveis a toda a gente.

Tem algumas peças preferidas?

É muito difícil escolher. Eu tenho algumas peças que são de coleção e as minhas preferidas vão variando ao longo do tempo. Uso durante muito tempo uma peça, depois farto-me e começo a usar outra. Mas existem uns brincos quadrados chamados Girl Boss que gosto muito e têm um cantinho especial no meu coração.

Kristen com o modelo de brincos Girl Boss

Qual é a coisa mais difícil de fazer quando se cria a própria marca?

Acho que o mais difícil é o trabalho que dá arrancar com um projeto e esse trabalho continua mesmo depois de a marca estar no mercado. Não é um trabalho das 9h às 17h, é um trabalho que dura 24 horas, todos os dias. Além disso é muito stressante. Mas é também muito divertido, é das coisas mais recompensadoras que fiz. Mas como dona de uma empresa também é preciso saber tomar decisões difíceis e ter conversas realmente complicadas. É preciso saber pôr de parte as emoções e ter em atenção o que se acha mais importante para a empresa – e isso nem sempre é a parte mais divertida.

Como é que arranja tempo para si no meio de todos esses projetos?

Para ser honesta, às vezes é difícil. Quando estávamos no final da primeira temporada já estava a ficar desgastada a dizer que já não queria mais. Mas o que me tenho vindo a aperceber é que arranjar uma rotina e ter um horário realmente funciona para mim e para a minha família. E para nós isso quer dizer que acordo todos os dias cedo para fazer o pequeno-almoço aos meus filhos, faço-lhes o almoço e levo-os à escola. Depois estou em casa para o jantar e tento não trabalhar ao fim de semana — quando dá — para ter tempo com eles. Mas seguir essa rotina é muito importante para mim.

Cavallari também faz de modelo da marca

E gosta de viver no campo?

Gosto muito. É muito pacífico, calmo e bonito. E acho importante o equilíbrio entre a pessoa que adora a cidade que já viveu em L.A. e Nova Iorque, e depois ter a minha casa estilo quinta e voltar para esse refúgio. É o equilíbrio perfeito para mim.

Qual é o segredo para ter o cabelo e a pele perfeitos?

Para o cabelo acho que não o lavar muitas vezes e arranjar em demasia é o truque para o manter saudável. Eu adoro champôo seco e ele faz parte da minha rotina. Em termos de styling às vezes gosto de fazer umas beach waves naturais e para finalizar gosto de esticar as pontas, para não ficarem espetadas. Para a pele, acho que começa com aquilo que comemos e o beber muita água. Eu tento seguir uma dieta equilibrada e saudável todos os dias.

E conselhos de moda? Tem algum particularmente especial?

Acho que toda a gente deve conhecer o seu corpo para, a partir daí, conseguir ter noção do que pode ou não ficar bem. Por exemplo, eu sou muito pequena, nem sempre posso usar coisas que vêm diretamente das passerelles. Ter noção do nosso corpo e saber tirar o melhor partido dele – acho que é o melhor truque.