Angelina Jolie adia divórcio porque quer Brad Pitt de volta

A atriz quer voltar atrás na sua decisão e voltar reconciliar-se com o ex-marido.

A atriz pediu o divórcio em setembro de 2016

Getty Images

Juntos formaram um dos pares mais mediáticos de que há memória. Angelina Jolie e Brad Pitt conheceram-se nas gravações do filme “Mr. & Mrs. Smith”, em 2005, e nunca mais se largaram. Juntos têm seis filhos: três adotados e três biológicos e casaram em 2014. Dois anos depois, a atriz pede o divórcio alegando diferenças irreconciliáveis mas até hoje nunca foi oficializado

Primeiro foi a custódia dos filhos, um processo que se arrastou em tribunal e que levou o ator a ser investigado e depois ilibado por alegados abusos às crianças. Agora são os detalhes do processo de divórcio que não reúnem consenso entre os atores.

Angelina Jolie com os seis filhos

Segundo o jornal “The Sun”, a atriz de 43 anos está a arrastar o processo com esperanças de uma possível reconciliação. “A Angelina deixou claro a Brad que ela que reatar a relação”, contou uma fonte à mesma publicação.

“Ela gostavam que todos voltassem a ser uma família de novo, por isso é que está a dificultar a vida ao Brad com as negociações do divórcio”, continua a mesma fonte.

O ator de 55 anos, por sua vez, não crê que esta seja a melhor solução: rejeita a ideia de uma reconciliação, mas pretende continuar uma relação harmoniosa com a ex-mulher pelo bem-estar dos seis filhos. ” O Brad tem-se mantido calado pelos filhos, mas a Angelina está a dificultar-lhe muito a vida. Ele só quer ver tudo esclarecido”, adiantou a mesma fonte ao jornal.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]