As minhas 4 saladas favoritas (e saudáveis) para o verão

São super fáceis de fazer, deliciosas e cheias de ingredientes que vos vão deixar completamente saciadas, sem terem que exagerar nas doses.

Mais prático era impossível

Nos últimos tempos tenho tido cada vez mais cuidados com a minha alimentação. Evito comer coisas que me pesem demasiado no estômago e procuro opções que sejam mais leves, mas ao mesmo tempo saciantes e saborosas.

Com a chegada dos dias mais quentes noto que faço cada vez mais saladas. São práticas e simples de fazer, o que é ótimo para quem anda sempre numa correria, como é o meu caso. Mas durante algum tempo fiquei sem saber muito bem quais os melhores ingredientes a usar para não estar sempre a comer folhas de alface com rodelas de tomate.

Foi graças aos conselhos da minha nutricionista, a Daniela Duarte, autora da página Agita Kalorias, que percebi que existe todo um mundo de ingredientes por descobrir, e muitas vezes são coisas tão simples que nem sequer nos apercebemos do seu potencial. Sabiam que se juntarem umas sementes de romã ou uns cubos de maçã às vossas saladas elas ficam ótimas? Eu não sabia, mas a Daniela ensinou-me tudo.

Claro que também percebi que estava a cometer alguns erros. Não adicionava qualquer proteína, fosse de origem animal ou vegetal, o que é fundamental para que os pratos fiquem completos, e por vezes tentava usar tanta coisa que as saladas, que deviam ser saudáveis, acabavam por se tornar numa verdadeira bomba calórica.

Nesse ponto, a Daniela deu-me uma dica importante: que tentasse fazer os meus próprios molhos em casa, evitando aqueles que encontramos já feitos no supermercado. Na verdade, o ideal mesmo é que consigam comer as vossas saladas sem juntarem qualquer molho, mas se tiverem mesmo de usar, optem por limão e azeite e ponham sempre com uma colher de sopa, para terem noção das quantidades.

E já sabem, as saladas são realmente mais leves e saudáveis, mas isso não quer dizer que possam comer três vezes mais do que comem habitualmente. Tudo tem de estar equilibrado e, garanto-vos, se experimentarem alguma destas receitas vão se sentir tão bem que não precisam de repetir.

Deixo-vos abaixo as receitas de quatro saladas que a Daniela me ensinou a fazer, e que se tornaram nas minhas favoritas.

Salada de espiralizado de curgete

Ingredientes

Uma curgete
Um ovo inteiro
Seis tomates cherry
Oregãos q.b.
Ervas aromáticas a gosto
Sumo de limão q.b.
Uma colher de café de raspa de gengibre
Um dente de alho

Preparação: 

Espiralizar a curgete e colocar a marinar no sumo de limão, alho e gengibre.

De seguida, cozer em água um ovo inteiro durante dez minutos.

Lavar bem o tomate cherry e cortar em dois. Retirar a curgete da marinada e acrescentar o ovo já cozido e o tomate cherry. Colocar as ervas aromáticas e servir.

Salada de quinoa e abóbora assada

Ingredientes:

Um quarto de abóbora
Cinco bolinhas de mozzarella mini
100 gramas de quinoa crua
200 gramas de espinafres arranjados
Manjericão  a gosto
Duas colheres de sopa de azeite
Dois dentes de alho

Preparação:
Cortar a abóbora em cubos e temperar com um fio de azeite e um dente de alho. Colocar no forno a 180 graus durante cerca de 25 minutos, até ficar bem assada.

Num tacho com água colocar a quinoa a cozer cerca de 15 minutos até ficar sem água. Retirar e temperar com uma colher de sopa de azeite.

Retirar a água do queijo mozzarella e misturar todos os ingredientes. Podem servir quente ou, se quiserem, deixar a arrefecer no frigorífico.

Salada de agrião com hortelã, beterraba e pêssego

Ingredientes:

150 gramas de agrião arranjado
Oito a dez folhas de hortelã
Um quarto de beterraba cozida
Um pêssego
Uma colher de sopa de sementes de cânhamo descascadas

Preparação: 

Colocar todos os ingredientes cortados numa saladeira e servir com topping de sementes de cânhamo. Se quiserem ter mais uma fonte de proteína, podem acrescentar cubos de tofu.

Esta salada é ótima para vegetarianos, já que as sementes de cânhamo são uma boa fonte de proteína vegetal.

Mix de alface e nozes

Ingredientes:

— Rúcula a gosto
— Espinafres a gosto
— Alface roxa  a gosto
— Alface frisada a gosto
— Nozes a gosto

Preparação:

Para esta salada, basta misturarem todas as folhas a gosto, adicionarem as nozes partidas e temperar. Evitar usar azeite, porque as nozes já são ricas em gordura, e optar só pelo sumo de limão. Esta salada é ideal para acompanhamento e não deve ser consumida por si só, já que não tem qualquer fonte de proteína.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]