Há quem não consiga viver sem cães, outros defendem que os gatos são os melhores animais de estimação que alguém pode ter. E se os primeiros nos recebem em casa tal como um herói de regresso da guerra, os segundos têm patinhas que se assemelham a almofadas e às quais quase ninguém consegue resistir.

Gostos não se discutem e existirá sempre quem prefira cães a gatos e vice-versa — mas, segundo um estudo norte-americano divulgado recentemente, os donos de cães podem ser mais felizes.

De acordo com a The General Social Survey, uma plataforma de investigação gerida por uma organização da Universidade de Chicago, Estados Unidos, que recolhe dados da população norte-americana desde 1972, 36% dos donos de cães definiram-se como “muito felizes”, designação escolhida apenas por 18% dos donos de felinos. Esta mesma plataforma tem amostras compreendidas entre os 1.500 e três mil adultos, e para este estudo em particular, os dados foram recolhidos entre abril e novembro de 2018.

67% dos portugueses gostava de levar o cão para o trabalho

A investigação, tal como publica o “The Washington Post”, também revelou que quem tem um cão como animal doméstico tem maior probabilidade de ser casado e proprietário de uma casa em comparação com aqueles que preferem gatos, sendo que estes fatores são considerados importantes para medir o nível de satisfação dos indivíduos.

No entanto, este não é o primeiro estudo a evidenciar os benefícios de ter um cão: uma investigação publicada em janeiro deste ano já tinha provado que os donos de cães andam cerca de 1.400 quilómetros por ano, o que leva a crer que serão pessoas mais em forma e com níveis de stresse mais reduzidos.