Numa altura em que o plástico é banido das principais marcas e superfícies comerciais, e se tentam encontram as melhores soluções para a sua substituição, como os sacos de pano (também conhecidos como tote bags) ou de papel, é preciso perceber se essas alternativas são realmente as ideais.

Não há qualquer dúvida sobre o impacto do plástico no meio ambiente, principalmente nos oceanos, onde há diariamente casos de animais que morrem com quilos de plástico no estômago ou até outros que ficam presos a objetos tão insólitos como uma cadeira de praia.

Mas tendo em conta outros impactos ambientais, que não o lixo, será o plástico o pior dos inimigos? Segundo o Ministério do Ambiente da Dinamarca, os sacos de plástico tradicionais, ainda que não sendo biodegradáveis, são os que causam menos impacto ambiental, face a outros como os de algodão ou papel. Isto de acordo com fatores como a destruição da camada do ozono, o uso de água, o impacto da produção nas mudanças climáticas ou a poluição.

5 formas de tornar o seu dia a dia mais sustentável

Os sacos em algodão têm que ser reutilizados milhares de vezes até terem o mesmo impacto ambiental do que um saco de plástico tradicional, segundo relatório divulgado pelo site “Quartz”. No caso do algodão comum, tem que ser reutilizado 7100 vezes, enquanto que o de plástico basta uma única reutilização. Já o algodão orgânico, precisa de 20 mil reutilizações. Isto porque o algodão orgânico usa cerca de 30% mais de recursos do que o clássico, como a água. Mesmo tendo em conta que o orgânico tem outros benefícios como o facto de ter menos fertilizantes ou pesticidas, ainda assim o convencional vence.

O mesmo relatório explica que a substituição dos sacos de plástico por sacos de papel terá muitos efeitos colaterais, como a desflorestação. A produção de um saco de papel requer também mais energia e água do que a produção de um de plástico. Tudo isto faz com que, não tendo em conta a questão do lixo, os produtos em papel podem ser mais prejudiciais.

Independentemente dos sacos que tenham em casa atualmente, o importante é que estes sejam sempre reutilizados, sem que sem que se deitem ao lixo ou se comprem outros.