Um AVC antes dos 35 anos: "É uma segunda vida"

, por Inês Ribeiro