“Quando é que aplico o protetor solar, antes ou depois da base?”. “Quantas vezes por semana é que devo esfoliar a pele?”. “Devo colocar sempre sérum e creme hidratante, ou basta um?”. “Os produtos mais caros são sempre melhores?”. “E aquelas máscaras pretas, são mesmo boas para tirar os pontos negros?”.

Estes são apenas alguns exemplos das dúvidas que assolam muitas mulheres quando o assunto são cuidados da pele. Por mais ou menos informada que seja, a verdade é que é praticamente impossível ter todas as respostas na ponta da língua, principalmente quando muitos especialistas e marcas têm várias e diferentes teorias sobre o tema.

Foi a pensar nestas questões que Anjali Mahto, uma dermatologista britânica e porta-voz da British Skin Foundation, escreveu o livro “Bíblia dos Cuidados da Pele”, um guia prático e completo para cuidar da pele, baseado em evidências científicas — mas pode descontrair, o jargão médico não foi incluído neste livro, sendo a escrita bastante simples e acessível.

Anjali Mahto escreve regularmente para várias publicações, entre elas o "The Guardian" e o "Huffington Post"

Twitter

Para além de desfazer muitos mitos associados ao universo da beleza e dos cuidados da pele, este guia, editado pela Ideias de Ler (uma chancela da Porto Editora), mostra-lhe os cuidados especiais a ter de acordo com o seu estilo de vida, informações sobre tratamentos anti-idade, dicas para resolução de problemas como a acne, rosácea, olheiras, entre muitas outras informações.

Médico alerta: devemos tirar o verniz das unhas antes de ir dormir

“Bíblia dos Cuidados da Pele” chega às livrarias portuguesas no próxima dia 11 de abril mas, antes disso, levantamos um pouco o véu e revelamos-lhe as rotinas de beleza diárias para cada tipo de pele. Sabe qual é a sua?

Rotinas para cada tipo de pele

“A maioria das pessoas tem um tipo de pele que se enquadra numa das seguintes categorias: oleosa, seca, sensível, normal/mista. O tipo de pele pode mudar com o tempo, pelo que é preciso ir trocando de produtos para acompanhar essas mudanças.”

Pele oleosa

“Os tipos de pele oleosa tendem a ter poros visíveis, a pele brilhante ou espessa e uma predisposição para a formação de pontos negros e outras impurezas. Mas tudo isto pode variar de acordo com o clima e as hormonas.

Sem dúvida alguma que me identifico com este tipo de pele, pois passei grande parte da minha vida adulta a sofrer de pele oleosa e com tendência para reações cutâneas. Se tem uma pele irregular, brilhante e cravada de poros monumentais, acredite que estou consigo. Mas não tema! Segue-se o exemplo de um plano de cuidados para a pele oleosa:

Rotina matinal

  • Limpeza
  • Creme de contorno dos olhos
  • Sérum antioxidante (caso o envelhecimento da pele seja uma preocupação para si)
  • Hidratante com FPS ou protetor solar
  • Maquilhagem

Rotina noturna

  • Limpeza dupla
  • Creme de contorno dos olhos
  • Tratamentos anti-acne, caso seja necessário (exemplo, retinoide)
  •  Só precisa de creme de noite se sentir a pele seca ou repuxada

Pele seca

Na ponta oposta do espetro há outro problema vulgar, o da pele seca. Tem os seus próprios inconvenientes, mas existem boas soluções para geri-los.

No caso da pele seca, a tendência é para o eritema, a descamação e a sensação de pele repuxada. Os poros são muito pequenos, mas há linhas visíveis e a pele pode ser áspera, pruriginosa ou escamada e parecer irritada. Normalmente, é pior no inverno, porque o vento e o frio agravam o problema. É também no inverno que utilizamos o aquecimento central, que elimina ainda mais a humidade da pele. Além disso, a pele pode ficar mais seca com a idade, sobretudo depois da menopausa.

O livro chega a Portugal a 11 de abril e tem um preço recomendado de 16,60€

Se tiver a pele seca, tem de cuidar bem dela. Evite duches prolongados com água muito quente que possam desprover a pele da sua humidade. Utilize sabonetes e produtos de limpeza suaves e evite esfoliações desnecessárias, porque só vai irritar ainda mais a pele. As escovas, as luvas de banho e outros acessórios de limpeza podem deixar a pele ainda mais seca. Escolha soluções de limpeza e hidratantes com uma textura cremosa e aplique-os tanto quanto for preciso para manter a pele suave e flexível.

Segue-se o exemplo de um plano de cuidados para a pele seca:

Rotina matinal

  • Limpeza
  • Creme de contorno dos olhos
  • Sérum hidratante antioxidante (caso o envelhecimento da pele seja uma preocupação para si)
  • Hidratante
  • Protetor solar
  • Maquilhagem

Rotina noturna

  • Limpeza
  •  Creme de contorno dos olhos
  • Hidratante

As máscaras hidratantes podem trazer benefícios de curto prazo para a pele seca, mas só deve fazer esfoliação uma ou duas vezes por mês, e se a sua pele o tolerar.

Pele sensível

Por mais interessante que pareça, não existe uma definição dermatológica única de pele sensível; depende daquilo que cada pessoa relata sentir na pele. É definitivamente um tipo de pele que se caracteriza por eritema facial, ardor, prurido e desidratação em diversos graus.

Vale sempre a pena procurar o aconselhamento de um dermatologista, no que se refere ao eritema facial e à sensibilidade cutânea, sobretudo se forem problemas persistentes. A sensibilidade cutânea pode dever-se a diferentes problemas de saúde (por exemplo, rosácea e eczema), além de alergias a produtos que possamos estar a aplicar. Um dermatologista será capaz de diagnosticar e tratar ou excluir tais preocupações. Apesar disso, há muitas pessoas com sensibilidade cutânea que não aparentam ter qualquer problema de pele subjacente que a justifique.

É importante que as pessoas com a pele sensível tentem identificar os fatores desencadeantes para poderem evitá-los ao máximo. Pode ser uma situação difícil de gerir, porque a sensibilidade cutânea é muitas vezes imprevisível. Deve-se evitar adstringentes, tónicos e sabonetes mais agressivos. Atenção ao lauril sulfato de sódio, ao ácido salicílico, aos AHA e ao álcool. As fragrâncias podem gerar irritação e, neste contexto, a aplicação de óleos faciais para combater a pele seca pode agravar o problema. Prefira protetores solares com zinco ou titânio (protetores solares minerais) a protetores com filtros químicos que também tendem a ser demasiado agressivos para a pele sensível.

Não lava os lenços e cachecóis? Pode ser por isso que tem acne

Segue-se o exemplo de um plano de cuidados para uma pele sensível:

Rotina matinal

  • Limpeza
  • Creme de contorno dos olhos
  • Sérum hidratante se a pele seca for um problema
  • Hidratante
  • Protetor solar
  • Maquilhagem

Rotina noturna

  • Limpeza
  • Creme de contorno dos olhos • Hidratante, se necessário

Evite produtos esfoliantes porque podem agravar a sensibilidade cutânea.

Pele normal/mista

A pele normal é uma pele que, em geral, tem muito poucos problemas. Não é demasiado oleosa nem demasiado seca. Pode, contudo, ser ligeiramente mais oleosa na zona T que afeta a testa, o nariz e o queixo.

Segue-se o exemplo de um plano de cuidados para a pele normal/mista:

Rotina matinal

  • Limpeza
  • Creme de contorno dos olhos
  • Sérum antioxidante
  • Hidratante com FPS e/ou protetor solar
  • Maquilhagem

Rotina noturna

  • Limpeza dupla
  • Creme de contorno dos olhos
  • Hidratante, se necessário

Uma esfoliação ou a aplicação de uma máscara facial uma vez por semana pode ser benéfico para este tipo de pele, sem causar problemas de irritação cutânea.”