Apesar de Jumbo ser o seu nome verdadeiro, foi por Dumbo que sempre ficou conhecido. O filme original, estreado em 1941, conta a história de um elefante tímido e triste que é ridicularizado por todos devido às suas orelhas enormes. No entanto, é com aquelas orelhas que Dumbo consegue voar e tornar-se numa estrela de circo famosa.

Apesar de ter sido proposta uma sequela à história original, com lançamento previsto para 2001, os planos nunca foram aceites e Dumbo ficou fora do cinema.

Até agora. É já esta quinta-feira, 28 de março, que estreia o primeiro live-action do Dumbo. Junta Colin Farell (“A Lagosta”) e Michael Keaton (“O Caso Spotlight”) nos papéis principais e pretende mostrar uma reinterpretação da história original, adaptada aos tempos modernos.

Prepare-se: já saiu o trailer do novo “Dumbo” e vai mexer consigo

Realizado por Tim Burton (“Eduardo Mãos de Tesoura”), “Dumbo” acompanha o elefante desde o seu nascimento, às tentativas de voar e à fuga de uma companhia de circo gerida por um vilão que não respeita a vida animal.

A propósito da estreia do novo filme, a MAGG foi à procura dos factos mais interessantes acerca da personagem. Sabia, por exemplo, que o elefante mais fofinho e adorável do cinema quase foi capa da revista “Time”? Ou que continua a ser a única personagem do universo Disney a não falar?

Estas são só algumas da curiosidades, mas há mais.

1. Antes de ter estreado no cinema, o Dumbo só existia nos livros de colorir para crianças publicados em meados de 1938.

2. Quando o 33.º presidente dos Estados Unidos, Harry S. Truman, visitou a Disneyland em 1957, recusou-se a andar na atração do Dumbo voador. Por ser um democrata, Truman não queria ser visto perto do símbolo do Partido Republicano — que é um elefante.

3. Até agora, o elefante fofinho e adorável Dumbo é o único do universo da Disney que não teve diálogo escrito.

4. Além disso, foi também um dos primeiros (e dos poucos) filmes da Disney a passar-se nos Estados Unidos da América.

Depois de “Dumbo”, estas são as próximas adaptações da Disney para o cinema

5. Há várias atrações do Dumbo espalhadas pelos parques temáticos da Disney. Sejam elas montanhas-russas ou carrosséis, têm um nome em comum: “Dumbo, o Elefante Voador” e permite controlar a altitude do elefante.

6. Como em qualquer filme da Disney, o rato Mickey também apareceu no filme original do Dumbo. Embora tenha passado despercebido durante vários anos, o rosto do rato mais fofinho do cinema aparece numa das bolhas enquanto Dumbo toma banho.

7. A figura do Dumbo era para ter sido capa da revista “Time”, em 1941. Mas foi substituído depois do ataque do Japão à base naval de Pearl Harbor, nos Estados Unidos.

8. O “Dumbo” foi o quarto filme a ser produzido pela Disney, precedido pelos filmes “Branca de Neve e os Sete Anões”, “Pinóquio” e “Fantasia”

9. O filme original foi um dos mais curtos de sempre da Disney (64 minutos), apesar de vários produtores terem desejado estender a história. No entanto, Walt Disney recusou por achar que histórias longas são as que mais facilmente se perdem.

Já há trailer para o filme de “Dora a Exploradora” — mas os fãs acham que a adaptação foi longe demais

10. O “Dumbo II” esteve quase a acontecer. A história era simples: Dumbo e toda a companhia de circo teriam de tentar sobreviver através dos seus espetáculos na grande cidade. No entanto, a proposta foi recusada.

11. Apesar de o Dumbo nunca ter falado no filme original, lançado em 1941, a versão do Disney Channel era a de um elefante adulto que, além de falar, também cantava.

12. O filme “Dumbo” sempre foi um dos preferidos de Walt Disney. Durante várias convenções, o milionário fazia sempre questão de revelar que a história era “muito feliz do início ao fim” e que nunca ninguém se sentiu “limitado pela sua imaginação” na criação do filme.

13. O filme original ganhou um Óscar de Melhor Banda Sonora Original, na cerimónia de 1942. Em 1947, viria a ganhar o prémio de Melhor Filme de Animação atribuído pelo Festival de Cinema de Cannes.