Assim que começo a ver os primeiros raios de sol a espreitar pela janela, fico logo com vontade de ir buscar todas as minhas sandálias, que estão guardadas desde o início do outono.

Por causa dos trabalhos que vou fazendo, que muitas vezes até são em estúdio e com vestidos e sandálias, costumo ter cuidado com os pés o ano inteiro. Cuido bem deles, hidrato e andam sempre arranjados. Não incríveis, mas decentes, vá.

Agora o sol está de volta e por isso está mesmo na hora de dar uma atenção redobrada aos meus pés e usar sandálias à vontade, sem medos.

Chamar o tempo quente com este look cor de laranja

Há algumas coisas que costumo fazer nesta altura e, sem querer ser demasiado gráfica, porque sei que há muita gente que odeia pés, vou partilhar convosco alguns dos cuidados que já comecei a introduzir na minha rotina e que fazem toda a diferença.

Limem as peles

Há uns tempos comprei uma daquelas máquinas que, na verdade, são umas limas elétricas para ajudar a remover as peles mortas. É a melhor forma de garantir que não fico com aqueles peles feias que às vezes se acumulam nos pés e que tenho sempre esta zona bem tratada. Normalmente, uso depois do banho e é muito simples, basta passarem a linha pelas zonas onde têm peles e a máquina faz o trabalho todo.

Invistam numa pedra-pomes

Lembram-se daquela pedra que a vossa mãe, tia ou avó tinha na casa de banho e que nunca perceberam bem para que servia? Provavelmente era uma pedra-pomes e, apesar de hoje em dia usarmos mais as limas elétricas, estas pedras são milagrosas para usar no banho. Se não tiverem as limas elétricas, invistam numa destas pedras. Duram uma vida e podem usá-las diretamente no banho, o que é ótimo para quem não tem tempo a perder, como é o meu caso.

Usem um bom hidratante

Depois de usarem a lima ou a pedra-pomes, é muito importante hidratarem os vossos pés e escolherem um creme que seja mesmo apropriado para esta zona. O ideal é encontrarem um que tenha alguma ureia, já que este componente ajuda a reter a hidratação da pele durante mais tempo, o que é muito importante para os pés. Depois, calcem umas meias, vão ver que vai fazer diferença.

Adoro usar este tipo de sandálias.

Procurem um especialista

Se tiverem calos ou qualquer outro problema nos vossos pés, não tentem resolver sozinhos e procurem a ajuda de um profissional. Não é nada fácil tratar um calo e, se não ficar bem tratado, pode trazer-vos alguns problemas a longo prazo e até algum desconforto. Nada que um calista não resolva em uma ou duas sessões de tratamentos.

Hidratem as unhas

Tal como as unhas das mãos, também as dos pés precisam de ser bem tratadas e hidratadas. Além do creme que aplicam em todo o pé, utilizem um óleo para as cutículas nesta zona para que, na hora de fazer a pedicure, a vossas unhas estejam bonitas e bem tratadas, sem peles secas e puxadas.

Escolham cores alegres

Depois de todo o tratamento, está na hora de passar para a parte mais gira: escolher a cor para pintar as unhas. Têm várias opções e, se não quiserem arriscar muito, podem combinar com o que escolherem para as mãos. Mas se gostam de correr riscos, apostem numa cor forte, numa nail art ou até num degradê, como o que vos mostrei que fiz para as mãos num outro artigo.