Como fazer a consulta do viajante online

Sempre que vamos viajar para fora da Europa há certas obrigatoriedades que temos de cumprir. Eu descobri como facilitar uma delas.

Os procedimentos que se precisamos de cumprir para fazer uma viagem para a Europa não são os mesmos caso optemos por descobrir um país na Ásia, por exemplo

Viajar, viajar e viajar. Sou uma apaixonada por conhecer o mundo e sempre que posso, como vocês tão bem sabem, não perco uma oportunidade para pôr os pés fora de Portugal. Porém, não se deixem enganar: o nosso País é lindo e por cá ainda há muito por explorar. Mas voltemos ao tema anterior: o estrangeiro.

Os procedimentos que se precisamos de cumprir para fazer uma viagem para a Europa não são os mesmos caso optemos por descobrir um país na Ásia, por exemplo. E uma das coisas que temos sempre de cumprir é realizar uma consulta do viajante. Não há mesmo como escapar, porque infelizmente há doenças que nos países mais próximos de nós não existem, mas noutros são bastante presentes.

Só que sempre que preciso de marcar uma consulta deste género, que podem ser feitas em diferentes sítios, como no Centro de Vacinação Internacional da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo ou no Centro de Vacinação Internacional do Porto, deparo-me sempre com um entrave: os tempos de espera.

Ao tentar perceber como podia contornar esta questão, a Internet deu-me uma solução bastante mais prática: uma consulta do viajante online. Isso mesmo: a consulta é feita por Skype com um médico do outro lado do ecrã. Percebo quem fique um pouco de pé atrás com esta solução, mas acreditem que não passa de um estereótipo, porque tudo aquilo que iam ouvir presencialmente, vão ouvir também nas colunas do vosso computador. Além disto, os preços são mais baratos. Ou seja: além de pouparem, fazem a consulta no conforto da vossa casa ou no lugar em que quiserem.

O processo para marcar é bastante simples. Basta acederem a este link e irá aparecer no meio do site uma informação que diz “Marcar consulta”.

Depois têm de optar por uma consulta individual (que tem um custo de 25€), de casal (por 45€) ou de família, que se destina a quatro familiares ou amigos cujo destino seja o mesmo e fica a 65€.

João Araujo

Escolhida a opção anterior, irá aparecer um calendário com os dias disponíveis e os horários ainda livres. Tomada essa decisão, basta preencherem as informações essenciais e procederem ao pagamento.

João Araujo

João Araujo

O que me dizem? Vão arriscar da próxima vez? Conheço quem também já tenha recorrido a este serviço online e não sei de ninguém que tenha ficado insatisfeito com o atendimento médico. Dou-vos um exemplo: caso a viagem seja para uma zona onde o risco de apanhar malária é elevado, é-vos mostrado um mapa com as áreas mais perigosas. E, se necessário, também vos serão prescritas as vacinas que precisam de tomar, cujas receitas enviam por e-mail. Espero que este artigo vos seja essencialmente útil… é o meu grande objetivo  com as coisas que publico. Mais dúvidas, posso tentar ajudar.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]