De norte a sul do País, a costa portuguesa é rica em praias, cada uma com a sua diversidade. De águas frias ou mais quentes, de águas translúcidas ou nem tanto, cada uma tem a sua beleza natural. É esta a nossa opinião, e essa também a opinião da imprensa internacional. Quando se trata de escolher as melhores praias da Europa, Portugal está na lista.

O jornal britânico “The Guardian” escolheu as 40 melhores praias europeias, de acordo com a opinião de escritores de viagens. No Top estão cinco portuguesas: Praia Grande de Porto Côvo, no Alentejo; Praia da Vila da Nazaré e a Costa da Prata; Praia da Falésia, Algarve; Praia da Foz do Minho, em Caminha; e a Praia dos Galapinhos, em Setúbal.

Na restante lista estão representadas praias de Espanha, Croácia, França, Itália, Grécia, Turquia e da região do Báltico.

Praia Grande de Porto Côvo, Alentejo

As falésias acidentadas e a “tranquila baía” foram em tempos “um refúgio” para os pescadores. As “ruas de calçada e as casas de campo caiadas remontam a uma época em que barcos a remos e as redes de pesca se alinhavam na costa”.

Localizado na costa vicentina, o município de Porto Covo foi destacado pelo jornal britânico como sendo um “local popular para caminhadas” e sugere a “deslumbrante” trilha dos pescadores que se realiza ao longo das falésias.

O jornal britânico sugere a "deslumbrante" trilha dos pescadores que se realiza ao longo das falésias

Alentejo Turismo

Praia da vila da Nazaré e a Costa de Prata

As ondas gigantes da Nazaré são descritas como um verdadeiro oásis para os amantes de surf. O extenso areal da praia, para “relaxar ao sol”, também aparece em destaque.

A não perder é também a vista “fantástica” sobre o oceano e a vila, no Sítio da Nazaré, onde se pode facilmente chegar depois apanhar o ascensor. Mais a sul está a praia de Peniche que “oferece uma experiência de surf um pouco mais calma e menos assustadora”.

A "fantástica" vista sobre o oceano e a vila, a partir do Sítio da Nazaré estão em destaque

Câmara Municipal da Nazaré

Praia da Falésia, Algarve

Para se chegar até ao areal é necessário passar pelas falésias, o que ainda demora algum tempo. Mas, segundo o “The Guardian”, isso não é problema: o percurso possui uma “abundância de excelentes bares e restaurantes à beira-mar”.

Na praia da Falésia, no Algarve, há cervejas geladas e sardinhas frescas e, nas marés baixas, também é possível apanhar conquilhas. Para os que procuram mais aventura, são várias as escolas de surf existentes no extremo leste da praia.

Segundo o "The Guardian", a praia da Falésia possui uma "abundância de excelentes bares e restaurantes à beira-mar"

Youtube

Praia da Foz do Minho, Caminha

Situada na fronteira a norte de Portugal e Espanha, as águas calmas da Praia da Foz do Minho “oferecem uma pausa das ondas do Atlântico”. De acordo com a publicação britânica, a vista desde o monte de Santa Tecla é um dos “cenários mais impressionantes de qualquer praia do mundo”. Depois de uma percurso pela floresta vamos chegar à “atraente” praia do Moledo.

A vista desde o monte de Santa Tecla foi considerado como um dos "cenários mais impressionantes de qualquer praia do mundo"

Youtube

Praia dos Galapinhos, Setúbal

“Areias brancas, encostas arborizadas, águas cristalinas, espaço vazio, pôr do sol deslumbrante”. É assim que é descrita a praia dos Galapinhos, em Setúbal. No entanto, já não haverá assim tanto “espaço vazio”, nomeadamente no verão, uma vez que esta praia tem vencido vários prémios de turismo o que levou a uma maior afluência ao local.

O acesso à praia é realizado por um caminho “rochoso e vertiginoso” pela serra, o que consistiu a única desvantagem. O “The Guardian” aconselha a que se levem mantimentos, uma vez que são quase inexistentes espaços de restauração, bem como outros serviços.

O acesso à praia dos Gapalinhos é realizado por um caminho "rochoso e vertiginoso" pela serra

Pinterest