5 agricultores, saltos altos na lama e arrufos. Foi assim o programa da SIC

“Quem Quer Namorar com o Agricultor” estreou este domingo, 10 de março. Contamos-lhe tudo o que aconteceu.

Contas feitas, diz a SIC, há mais de 290 mil agricultores em Portugal, sendo que mais de 70 mil são solteiros

Primeiro foi a vez de “Pesadelo na Cozinha”, depois de “Casados à Primeira Vista”. Janeiro arrancou com a promessa de um passe único em Lisboa com um preço máximo de 40€, uma descida de 5% na fatura da luz e propinas 212€ mais baratas, mas sem promessas de um novo programa televisivo para nos deixar agarrados aos domingos. Pois bem, ainda não começámos a poupar dinheiro mas já não nos podemos queixar de que não há nada para ver: março assinala o regresso dos reality shows.

Sem compassos de espera entre estações, este domingo, 10 de março, SIC e TVI voltaram a abrir guerra com a chegada em simultâneo de “Quem Quer Namorar com o Agricultor” e “Quem Quer Casar com o Meu Filho”, respetivamente. Além dos nomes parecidos, o conceito também não é assim tão diferente: com mães ou jardineiras metidas ao barulho, no final tudo se resume a encontrar o amor.

Ficha Técnica

Apresentadora: Andreia Rodrigues
Número de agricultores: 5
Número de concorrentes: 17
Duração: 1h45
Tem episódio diário? Sim

O começo de estava marcado para as 21h35, mas às 21h26 o “Jornal da Noite” já nos contava a história de Laura Rebelo, licenciada em Gestão em Lisboa e que hoje é agricultora na Herdade da Burquilheira, em Acáçovas. Não é uma das participantes do programa, mas antes uma forma de o canal mostrar como há cada vez mais pessoas a trocarem a vida da cidade pelo campo.

Contas feitas, diz a SIC, há mais de 290 mil agricultores em Portugal, sendo que mais de 70 mil são solteiros. Solução? Participar no programa para descobrir o amor da sua vida. Nesta fase já não é possível inscrever-se, lamentamos, mas não há nada como ver o que acontece com os participantes da primeira temporada. No primeiro episódio conhecemos os cinco agricultores, as 17 candidatas e os primeiros encontros — que aconteceram numa quinta, mas podiam muito bem ter acontecido na selva.

Contamos-lhe tudo.

Quem são os candidatos?

João Menezes, 31 anos

Natural do Funchal, é em Reguengo, Montemor-o-Novo, que vive o engenheiro agrónomo João Menezes. De barba bem aparada e boina alentejana (ou Sherlock Holmes, não temos bem a certeza), o jovem licenciado em engenharia mecânica teve um longo relacionamento que terminou porque a ex-namorada não se adaptou à vida no campo.

Mas ele não quer desistir — mesmo que no raio de 30 quilómetros não haja uma única mulher disponível no Tinder. Em abril do ano passado, João comprou o típico monte alentejano que pretende recuperar, e espera encontrar uma mulher disposta a abraçar este projeto a dois.

O que procura: João aprecia mulheres com atitude e presença. Quer uma relação baseada na confiança, cumplicidade, respeito e amizade.

Ivo Pires, 38 anos

Ivo Pires vive em Vinhais, mais precisamente em Paçó, e é um apaixonado por animais. A viver com a mãe e o padrasto, também faz trabalhos em madeira e é artesão. Tímido mas bom rapaz, há 12 anos que não tem uma namorada. O último relacionamento, conta a mãe, correu “muito, muito, muito mal”.

E já que falamos da mãe, será certamente uma protagonista nesta história. Chama-se Dona Zélia e garante que vai ter uma opinião sobre a futura mulher do filho: “Quem vai escolher a mulher ideal para o meu filho sou eu!”. Objetivos: encontrar uma mulher que lhe dê um neto, que seja trabalhadora e que saiba cozinhar. “Se elas não quiserem fazer comida têm de fazer porque eu também faço”.

A Dona Zélia não tem papas na língua

O que procura: “A outra metade do seu coração” e ser pai. Gosta de mulheres simples e carinhosas que também gostem da vida no campo.

Filipe Camejo, 50 anos

Nasceu em Cascais, aos 20 saiu para Inglaterra, mais tarde partiu para os Estados Unidos, Espanha mas agora é na Aldeia da Ponte, na Guarda, que vive Filipe Camejo. Pai solteiro de uma menina de 13 anos, Francisca, cuida de uma propriedade da família com cerca de 250 hectares.

Do signo Capricórnio, adora lutar boxe mas considera-se romântico, cavalheiro, solteiro e bom rapaz. Quer fazer um turismo rural. “Uma mulher pode esperar de mim um grande projeto de vida”, garante.

“Acho que o meu pai precisa de alguém para o apoiar e para ter companhia quando eu estou na escola”, disse Francisca, apesar de o pai admitir a Andreia Rodrigues que a filha não tem grandes expectativas sobre as suas relações — só lhes dá duas semanas. Opiniões díspares à parte, Filipe quer descobrir o amor: “A princesa dos meus sonhos já a tenho em casa mas espero encontrar uma rainha”.

O que procura: uma mulher segura, aventureira e disposta a partilhar esta aventura no campo.

João Neves, 47 anos

“Nessa parte do amor não tenho tido muita sorte”, admite João Neves. Aos 47 anos, o homem natural de Elvas teve duas relações que não correram bem. Da última resultou um filho. Administrador de uma herdade, começa os seus dias às 5h30 e adora a companhia dos animais — e o ar do campo, claro.

Nem sempre é fácil entendê-lo, mas é certamente o candidato mais genuíno e transparente. Divertido — e atrevido —, sabe que quer uma mulher bonita mas com vontade de meter a mão na terra. “Venham confortáveis. Não venham de salto alto que ficam com os pés enterrados”.

O que procura: uma mulher carinhosa, simples, alegre e, principalmente, fiel e verdadeira.

João Bettencourt, 21 anos

É da Graciosa, Açores, e é o mais novo do programa. Quer alguém que esteja lá todos os dias, nos bons e maus momentos. Tinha 12 ou 13 anos quando começou a dedicar-se à produção de leite com o pai, mas agora quer iniciar-se no negócio da venda de queijadas.

Não teve uma vida fácil: tinha apenas 10 anos quando perdeu a mãe, logo a seguir a madrinha, aos 18 anos começou a sentir dores no corpo e foi-lhe diagnosticado um tumor no rim esquerdo. “Foram tempos muito difíceis”, admite. “Houve certas alturas da minha vida em que pensei ‘Nunca mais serei capaz de fazer isto ou aquilo’. Hoje o nunca é uma palavra que nunca mais usarei”.

O que procura: uma mulher que o faça feliz.

Os primeiros encontros

Vestidos vermelhos, azuis ou amarelos, muitas rendas ou tecidos lisos, acessórios discretos ou muito exuberantes. As 17 candidatas não se pouparam a esforços no momento de escolher a roupa — ou a produção, vá, segundo uma das candidatas passaram três horas a ser arranjadas.

João Menezes, Filipe Camejo e João Bettencourt foram os homens que causaram mais impacto no momento de descerem a escadaria da Quinta da Conceição, uma casa senhorial em Azeitão, Setúbal. Mas ainda estávamos no início. Feitas as devidas apresentações, cada agricultor teve direito a cinco minutos com cada mulher.

Os outfits demasiado arrojados tramaram algumas mulheres, que escorregaram e enterraram os saltos na terra. Mas todas conseguiram sentar-se um bocadinho com os agricultores, fosse em cima de fardos de palha ou em bancos.

Depois de “Casados à Primeira Vista”, SIC prometia mais uma experiência social com “Quem Quer Namorar com o Agricultor”. De facto, foi exatamente isso que pareceu: neste speed dating rural, tivemos a possibilidade de ver o quão diversificado (ou não) consegue ser o humano.

Enquanto João Bettencourt e João Neves tinham um caderninho onde iam tirando notas, Ivo Pires pareceu ter alguma falta de criatividade no discurso com as candidatas — em pelo menos três ocasiões, sempre que lhe disseram a idade respondeu: “Ninguém te os dá”.

Bem, não foi o único. A candidata Elizabete Santos usou a mesma piada com todos (repetimos, todos) os agricultores: “Percebo pouco de agricultora, só sei ver se os tomates estão maduros”. Já Sandra Macedo quis marcar a diferença e, encantada por Filipe, decidiu dar-lhe um cristal.

Os encontros da noite

Quando a noite caiu, candidatas e agricultores tiveram oportunidade de conviver numa festa — ou num episódio da BBC Vida Selvagem, a determinada altura tivemos algumas dúvidas. As mulheres dividiram-se em grupos consoante o alvo que queriam alcançar, e ainda houve direito a algumas discussões.

João Bettencourt foi a razão de todos os conflitos. Para começar foi logo raptado por duas raparigas, que o levaram para longe da festa. Quando regressa começa a falar com Paula Santos, mas logo se juntam mais mulheres. Educado, vai ao bar buscar bebidas e Raquel Lourenço começa a meter conversa com ele. Paula não gostou e diz-lhe: “Não estás a falar comigo?”.

E lá vai ele. Mas a história não fica por aqui. Novamente com Paula, Raquel decide ir ao seu encontro. “Estava a ter uma conversa que foi cortada, gostava de terminar essa conversa se fosse possível”, diz. E pronto, lá vai ele outra vez.

Andreia Rodrigues é a apresentadora do programa

As primeiras escolhas

Cada um dos candidatos tinha de escolher quatro mulheres. Foram estas as suas decisões.

João Bettencourt

— Liliana Leitão
— Beatriz Mões
— Paula Lopes
— Inês Martins

João Neves

Fez a piada “gostava de escolher cinco”, e sem percebermos muito bem porquê conseguiu.

— Isabel Almeida
— Raquel Lourenço
— Ângel Magalhães
— Ana Paula Ferreira
— Anabela Reis

Ivo Pires

— Patrícia Santos
— Susana Ferreira
— Raquel Fernandes
— Elizabete Santos

Filipe Camejo

— Raquel Lourenço
— Inês Martins
— Soraia Araújo
— Sandra Macedo

João Menezes

— Sara Oliveira
— Liliana Leitão
— Beatriz Mões
— Raissa Sandes

Inês, Liliana, Raquel Lourenço e Beatriz foram escolhidas por mais do que um agricultor. Podiam ter optado por por apenas um, mas decidiram conhecer todos os candidatos. Filipe não achou muita piada a isso: “Podiam ter tido mais personalidade”.

Os encontros do dia seguinte

Depois de uma conversa em grupo, cada um dos agricultores tem uma conversa individual com as mulheres escolhidas. Não vimos praticamente nada — afinal, o programa ainda vai no início —, mas deu para entender que Filipe está bastante interessado em Inês Martins. Vamos ver se é recíproco: apesar da troca de olhares, na noite anterior a mulher de 37 anos pareceu estar mais interessada em João Bettencourt.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]