Entre os mais ricos do mundo, há 53 millennials

O fundador do Spotify, Pinterest ou Telegram estão aqui. Nasceram entre os anos 80 e 90 e já somam entre 56 mil milhões e 890 milhões.

Daniel Ek, CEO do Spotify, é um dos millennials da lista da "Forbes"

Getty Images

Ideias tão simples, fortunas tão grandes. “Porque é que não fui eu?” é a pergunta que lhe dobra o cérebro, nós sabemos. Isto a propósito do quê? Da  lista anual de bilionários da “Forbes” que, entre as 2.153 personalidades que a compõem, inclui 53 millennials bilionários — pessoas que nasceram entre 1981 e 1996, ou seja, com idades entre os 23 e 38 anos.

As fortunas vão dos 890 milhões aos 56 mil milhões. Se juntássemos o dinheiro todo que os fundadores de empresas, criadores de aplicações e empresários somam o resultado seria de 209 mil milhões de euros.

Pode não lhes conhecer as caras, mas é bem provável que passe tempo a navegar em algumas das suas criações, aquelas que lhes valeram estas fortunas muito simpáticas. Mark Zuckerberg, criador do Facebook, está na lista, assim como Evan Spiergel, do Snapchat ou Drew Houston, da Dropbox. Conheça os millennials mais ricos do mundo.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]