Alerta. Encontrado amianto em três produtos de maquilhagem da Claire’s

A empresa refutou os resultados dos testes, mas já retirou os produtos. Em causa estão uma paleta de sombras, pó compacto e contorno.

A Claire's tem várias lojas em dezenas de países, inclusive Portugal

A Food and Drug Administration (FDA) alertou esta terça-feira, 5 de fevereiro, para os consumidores não utilizarem alguns produtos de maquilhagem da Claire’s — uma empresa americana de acessórios direcionada principalmente para o sexo feminino — depois de ter sido detetado amianto, um conhecido agente cancerígeno, em três produtos de maquilhagem. Em causa estão uma paleta de sombras (Lote/Lote nº: 08/17), pó compacto (Lote/Lote nº: 07/15) e uma paleta de contorno (Lote/Lote nº: 04/17).

Os consumidores que têm esses lotes de sombra de olhos, pó compacto e contorno da Claire’s em casa devem parar de usá-los“, disse a FDA em comunicado. A Claire’s tem várias lojas em dezenas de países, inclusive Portugal.

Em causa estão uma paleta de sombras (Lote / Lote nº: 08/17), pó compacto (Lote / Lote nº: 07/15) e uma paleta de contorno

Foi em 2017 que a FDA, reguladora norte-americana responsável pela proteção e promoção da saúde pública através do controlo e supervisão de vários setores como a segurança alimentar, medicamentos, cosméticos entre outros, teve conhecimento da contaminação de vários produtos de maquilhagem por amianto vendidos pela Claire’s, tendo pedido a realização de vários testes independentes. Os resultados foram conhecidos no final do mês de fevereiro, e confirmaram a presença de amianto.

Segundo o jornal norte-americano “The New York Times”, a Claire’s contestou os resultados e considerou que os testes “mostram erros significativos” e que “não há provas de que os produtos vendidos pela Claire não sejam seguros.” No entanto, a empresa de acessórios já retirou os produtos do mercado, bem como quaisquer cosméticos que contenham pó de talco.

“Com muita cautela, removemos os três produtos identificados pelo FDA das nossas lojas e também removemos qualquer produto cosmético à base de talco”, afirmou Melanie Berry, porta-voz da empresa, ao jornal.

De acordo ainda com o jornal, o amianto pode contaminar o pó de talco porque os minerais são normalmente misturados nas minas. “É uma das substâncias mais mortíferas que existe”, referiu em comunicado Scott Faber, vice-presidente dos assuntos governamentais do Environmental Working Group.

Em Portugal, a utilização e comercialização de amianto e de produtos que o contenham foi proibida a partir de 1 de janeiro de 2005.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]