A eterna rivalidade entre Jô Caneças e Lili Caneças

Não se falavam em eventos, chegaram a lavar roupa suja na imprensa e para Jô era uma falta de respeito Lili ainda usar o apelido Caneças.

Jô Caneças (à esquerda) morreu esta segunda-feira, 4 de março, vítima de cancro

Depois de dois anos de luta contra um cancro no pâncreas, Jô Caneças morreu esta segunda-feira, 4 de março, aos 66 anos. Casada há 36 anos com o empresário milionário Álvaro Caneças, foram várias as vezes em que disse ter um casamento cheio de amor e de entrega absoluta. Mais complicada era a relação com a ex-mulher do marido, Lili Caneças. Nunca se cumprimentavam em festas e eventos, chegaram a lavar roupa suja na imprensa e para Jô era uma falta de respeito Lili ainda usar o apelido do ex-marido.

Lili Caneças tinha 20 anos quando deixou o seu trabalho como assistente de bordo na TAP para casar com o milionário empresário da construção civil, Álvaro Caneças. Desta união o casal teve dois filhos, João Caneças, hoje com 52 anos, e Rita Caneças, 49. Dezassete anos depois, já com 37 anos, o casal divorciou-se.

Três anos depois, Álvaro e Jô Caneças apaixonaram-se perdidamente. Após um jantar romântico no final de 1984, começou aquela que eles sempre descreveram como uma bela história de amor. Pouco tempo depois estavam casados, no entanto ao longo da rleação tiveram de enfrentar vários obstáculos — apesar do enorme amor que nutriam um pelo outro, nem todos gostavam de Jô.

Jô nunca teve uma boa relação com os enteados Rita e João, fruto do casamento anterior do pai. Se João ainda mantinha algumas conversas cordiais com a segunda mulher do pai, já a filha Rita evitava ao máximo dirigir a palavra à madrasta — mesmo quando viviam juntas na mesma casa.

Se com os enteados a relação não era fácil, com Lili Caneças, a primeira mulher do seu marido, era ainda pior. Apesar de nunca se cumprimentarem quando se cruzavam em eventos da alta sociedade, parecia que reinava uma tensão entre as duas socialites. Além disso, Jô considerava uma falta de respeito Lili continuar a usar um apelido Caneças que tinha deixado de ser seu após o divórcio.

Mesmo após vários anos de casamento, a rivalidade manteve-se. Pior, foi-se adensando cada vez mais. Recordamos algumas das maiores polémicas.

As várias polémicas de Jô e Lili Caneças

A maior polémica entre as duas rivais aconteceu durante o verão de 2013. Em entrevista à revista “Flash”, segundo cita o site “Sapo Lifestyle“, Lili Caneças acusou o ex-marido de ser um mau pai, dizendo que a tinha deixado a passar por dificuldades depois do divórcio e que a tinha ameaçado, dizendo que ia “usar todo o seu dinheiro para a ver na sarjeta.”

A polémica instalou-se quando, pela primeira vez, Jô Caneças decidiu responder às afirmações de Lili Caneças. Em entrevista ao programa “Queridas Manhãs” da Júlia Pinheiro, na SIC, a socialite deu uma entrevista ao “Jornal Rosa” sem o marido saber. Jô  defendeu a honra do marido, afirmando que este era bom pai e que tinha dado de tudo aos filhos.

“Álvaro, desculpa por eu ter vindo aqui sem te dizer nada. Mas eu amo-te muito e conheço-te muito bem e quem te conhece sabe que o que dizem a teu respeito não é verdade, mas quem não te conhecer pode acreditar e já chateia…”.

Não ficou por aqui. Em entrevista à revista “Caras”, Jô disse que se arrependeu de não ter tido filhos com Álvaro Caneças, uma vez que queria provar que não estava a dar “o golpe do baú”. Além disso, revelou também que deixou de fazer festas de Natal porque os filhos de Lili e Álvaro Caneças nunca a trataram com respeito, especialmente Rita, a filha mais nova do ex-casal.

“Eles não mexiam um dedo e não me falavam, nem sequer para me desejarem Boas Festas.” Jô Caneças afirmou ainda que ainda hoje os filhos viviam às custas do pai.

Após Jô Caneças ter atacado publicamente os filhos, Lili Caneças deu uma outra entrevista à revista “Caras”, onde defendia a honra dos filhos. “Só estou a falar porque são coisas que envolvem os meus filhos e eu sou uma mãe leoa! Não ataquem os meus filhos, porque aí parto para processo-crime! Os meus filhos adoram o pai e trabalham com ele: o João é arquiteto, a Rita tem dois cursos e ajuda o pai na decoração.

A polémica acabou por terminar no final de agosto de 2013, quando Jô Caneças, em declarações ao site “Sapo Lifestyle”, afirmou que estaria a escrever umas anedotas sobre Lili Caneças para o reportório de Herman José. “Estou a planear enviar-lhe umas anedotas novas. Contadas pelo Herman, com ele a imitar os gestos da pessoa [Lili Caneças], vai ser o máximo. Só que ainda vou levar algum tempo a escrever.” No entanto, confessou que o seu marido não tinha gostado muito da ideia: “O Álvaro pediu-me que não o fizesse, mas não resisto… Acho que vai ser giro para o repertório dele.”

Jô e Álvaro Caneças

Facebook

Dois anos depois desta polémica, Jô Caneças e Lili Caneças voltaram a trocar acusações em público mais duas vezes. A primeira aconteceu em maio de 2015, durante a gala dos “Troféus TV7 Dias”. As duas socialites cruzaram-se na passadeira vermelha, pois Lili demorou mais tempo do que o suposto a dar uma entrevista.

Se o facto de se cruzarem era já motivo para ser notícia, a situação tornou-se ainda mais caricata porque estavam as duas vestidas com cores semelhantes. Sobre este encontro, Lili comentou, de acordo com a revista “Caras”, que nem tinha dado pela presença do casal. Já Jô Caneças foi mais incisiva: “Sim, tínhamos vestidos com cores parecidas, mas a diferença é que este é meu, não tenho de o devolver. Quando se usam coisas emprestadas, têm de se sujeitar ao que está disponível. A escolha desta cor só revela que estou a par das tendências!”

Pouco tempo depois, já durante o mês de junho, voltou a haver confusão entre as duas socialites. Em entrevista à rubrica “Jornal Rosa”, Lili Caneças deu uma entrevista a Cláudio Ramos sobre a sua vida amorosa. “Já engoli sapos, já engoli a mulher do sapo, o filho do sapo, a amante da mulher do sapo, já fiz coisas exclusivamente para ganhar dinheiro. Entretanto, poupei, poupei, poupei e agora estou tranquila e, verdadeiramente, só faço o que me apetece”.

A resposta de Jô Caneças a estas declarações não se fez tardar, tendo dito também na rubrica “Jornal Rosa”, e cujo vídeo pode ser visto no site “Mais Futebol”, que “se por sapo ela se está a referir ao ex-marido, que tanto a ajudou e ajuda, então devia ter um bocadinho mais de respeito”.

Em relação aos supostos amantes, Jô disse que nunca tinha tido nenhum amante. “Só se ela [Lili] se está a referir a ela própria… Se ela não se portasse mal, o lugar ainda era dela. Eu não tomei o lugar de ninguém, ela é que não respeitou o marido.” Jô acrescentou ainda que Lili deveria ter mais respeito pelo “pai dos filhos dela” e que não deveria fazer tanto a cabeça deles contra a socialite.

Jô Caneças também disse que o comportamento de Lili Caneças dava a entender que esta tinha ciúmes. “Ao fim de 32 anos já não me chateio. Eu, no lugar dela, tinha vergonha, mas como todos sabemos, há pessoas que não têm vergonha nenhuma na cara e que até lhes interessa usar o nome. Se eu acho que ela ainda gosta dele? Às vezes, pelas coisas que diz, tanta bobagem dá a entender que tem uma grande dor de corno. Se não tivesse ciúmes, se calhar não fazia e dizia tanta asneira.” Esta polémica acabou por ficar por aqui, não tendo havido resposta por parte de  Lili Caneças.

Quando em 2017, Jô Caneças foi diagnosticada com um cancro no pâncreas, a revista “Flash” contactou Lili Caneças para obter uma reação. Lili recusou comentar, dizendo que “não sabia que [Jô Caneças] estava doente. É uma senhora que nunca vejo e com quem não falo”, tendo ainda acrescentado que “nem os meus filhos [João e Rita Caneças] me falam dessa senhora. Sempre que estão com o pai, ela não está.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]