12 perguntas a Maria Cerqueira Gomes

A apresentadora fala sobre a ModaLisboa, a sua parceria com a L'Oréal Professionnel e partilha alguns dos seus truques para o cabelo.

Maria Cerqueira Gomes é o novo rosto da L'Oréal Professionel

Falar sobre televisão em Portugal e não mencionar Maria Cerqueira Gomes é o mesmo que falar em ModaLisboa e esquecer estilistas como Nuno Gama ou Dino Alves. A apresentadora de 34 anos, que desde o início do ano faz dupla com Manuel Luís Goucha nas manhãs da TVI, foi a escolhida para ser a cara da L’Oréal Professionnel durante os próximos meses.

Um dos desafios que aceitou, enquanto representante da marca de cuidados profissionais de cabeleireiro, foi mudar de visual seis vezes ao longo do ano. Mas há duas coisas que Maria nunca fará, tal como revela à MAGG. “Rapar o cabelo”, afirma, com certeza. “Quero muito cortar, mas não tão curto. E nunca hei de ter o cabelo louro. Posso vir a tê-lo mais claro, mas nunca aquele platinado.”

Durante os próximos meses, Maria vai representar a marca em vários momentos-chave. Um dos primeiros será a ModaLisboa, que regressa ao Pavilhão Carlos Lopes entre os dias 8 e 10 de março. Maria, que só estará no evento a 8, o primeiro dia de desfiles, será penteada por Helena Vaz Pereira, a stylist da L’Oréal Professionnel responsável por criar os looks da maioria dos modelos que desfilam no evento.

A parceria, confessa Maria, chega numa altura em que houve várias mudanças na sua vida, mas a apresentadora confessa que sentiu que foi o momento certo e que teve sempre ao seu lado uma equipa forte e que a soube aconselhar em todos os momentos. “São como uma família que cuida muito bem de mim”, diz a apresentadora.

Dona de um cabelo invejável, bem cuidado, com um tom acastanhado e luzes acobreadas, cheio de textura, a apresentadora revela que o seu maior segredo é a hidratação. “O meu cabelo sofre muitas agressões todos os dias e temos de fazer o nosso trabalho de casa”, explica a apresentadora, que aconselha o novo produto da linha Tecniart da L’Oréal Professionnel, o Ring Light Pure. “Dá brilho e eu adoro. Como o meu cabelo é muito trabalhado, usar este produto acaba por dar um toque final de que gosto muito.”

Veja as 12 perguntas que a MAGG fez à apresentadora, que fala sobre o regresso à ModaLisboa, onde não vinha há vários anos, a parceria com a marca e os cuidados que tem com o seu cabelo. Veja também o vídeo onde Maria Cerqueira Gomes e Helena Vaz Pereira, hairstylist da L’Oréal Professionnel, falam do que as une e de como é sempre representantes da marca.

É a primeira vez que vai estar na ModaLisboa?
Já estive uma vez, há muitos anos.

Como é que acha que vai ser regressar à ModaLisboa, depois de tantos anos a assistir ao Portugal Fashion?
Já foi há muitos anos e é muito diferente do Portugal Fashion, um momento de moda da cidade do Porto que acompanhei de perto durante muitos anos, porque tive oportunidade de fazer todos os diretos e programas especiais. Mas estamos a falar de duas realidades muito diferentes. Esta é mais virada para um setor dentro da moda que me parece muito interessante e que faz falta a qualquer país. Por isso, estou muito curiosa para ver de perto o trabalho de alguns criadores que só mostram o seu trabalho aqui, na ModaLisboa. E sei que este convite da L’Oréal Professionnel também me permite ter um acesso a determinados momentos muito especiais.

Dentro desses momentos, o que é que prefere neste eventos do mundo da moda? A correria de backstage, onde tudo é acelerado, ou estar a ver os desfiles de perto?
Eu gosto das duas partes e acho que se complementam. Quem gosta de moda gosta, naturalmente, de perceber como as coisas funcionam nos bastidores. Perceber toda a história que vai ser contada em cima da passerelle, desde a maquilhagem aos cabelos, o porquê daquela escolha. E também adoro conhecer a história, a inspiração que levou a criar aquela coleção e, portanto, acabam por ser momentos que se complementam e eu gosto de fazer parte de toda a história.

A apresentadora garante que nunca a vão ver de cabelo louro

Há algum estilo de penteado que se lembre de ter gostado mais de ver em desfile?
Eu se por um lado gosto muito de cabelos soltos na passerelle porque dá algum movimento, e temos bons exemplos de manequins a desfilar muito bem, por outro gosto muito daqueles apanhados mais ao estilo masculino. É um estilo com que me identifico.

Alguma vez ficou fascinada com algum desses penteados que tenha tentado replicar em casa?
Acho que vários, na verdade. Principalmente porque uso looks tão diferentes e o entretenimento permite-me isso, estar sempre a experimentar e a surpreender os telespectadores, por isso tento sempre inovar. São raros os dias em que me apanham com o cabelo simplesmente solto e uma ligeira ondulação.

Costuma inovar no estilo de penteados que usa, inspirada nestes eventos?
Eu gosto de usar o meu cabelo de certa forma, mas isso não faz com que eu deixe de o usar de maneiras diferentes. Isso também me parece que é interessante para quem trabalha comigo. Por exemplo, pessoalmente, prefiro usar o cabelo de risco ao meio mas, quer aqui na L’Oréal Professionnel  quer na TVI, os meus colegas dizem sempre “Maria, usa ao lado, fica-te muito melhor”, e eu pronto, uso ao lado. Não me sinto tão eu, mas gosto dessa mudança e acho que tenho de me forçar a usar coisas às quais não estou tão habituada. Porque é uma questão de hábito, não é? E eu gosto de experimentar todos os looks. Acho que este look ajuda muito, no dia a dia, estas ondas acho que ficam sempre bem, mas acho que um bom apanhado faz a diferença também e pode tornar um look básico em algo muito especial.

No dia a dia prefere andar com o cabelo solto ou apanhado?
Estou sempre com ele apanhado, com um elástico aqui no alto, mal feito, mal amanhado. Mas tem o seu estilo, claro.

E para eventos, o que prefere?
Eu acho que o cabelo apanhado, mas não sei bem. Acho que é porque o meu marido também me prefere ver de cabelo apanhado, opto sempre por usar apanhado. Eu como não sou muito de dizer se gosto ou não de me ver de certa forma, e sei que muitas das pessoas à minha volta, que gostam de mim, preferem ver-me de cabelo apanhado, confio no gosto delas.

Como se sente ao ser a pessoa que vai representar a L’Oréal Professionnel num evento como a ModaLisboa?
Eu acho que é “O” evento em que quero estar a representar bem. Por isso o meu papel é mesmo esse, representar bem esta marca e esta parceria. Estamos a falar de algo que surgiu de forma muito natural e numa altura de muitas decisões na minha vida e foi ótimo para mim ter esta equipa comigo nestes momentos. Depois sinto-me muito bem acompanhada e representada porque eu represento mas, no fundo, eles também me representam. Acho que há aqui uma sinergia muito interessante e só assim faz sentido para que todos trabalhemos da melhor forma. Acho que a ModaLisboa também nos proporciona isso, queremos estar na moda, em diferentes aspetos, e acho que vamos conseguir isso mesmo.

Sempre foi fã da L’Oréal Professionnel? Há algum produto da marca que use sempre?
Sim claro, e tenho alguns favoritos. Não que use todos os dias, porque não lavo o cabelo todos os dias. Mas sempre que lavo uso champô, máscara ou condicionador. Depois uso o Ring Light Pure, que é para dar um brilho extra que adoro. Como o meu cabelo é muito trabalhado, usar este produto acaba por dar um toque final e um aspeto diferente e muito bonito.

Tem alguma dica para cuidar do cabelo que queira partilhar?
Hidratar bem o cabelo, sempre. O meu cabelo sofre muitas agressões todos os dias e temos de fazer o nosso trabalho de casa, que aprendi a fazer com a ajuda dos profissionais que me acompanham sempre. Depois, aconselho sempre a usar o Ring Light Pure para dar um toque final de brilho no final de cada penteado.

Há alguma coisa que nunca a vamos ver fazer ao cabelo?
Rapar. Nunca vou rapar o meu cabelo. Mas quero muito cortar, embora ainda esteja a ganhar coragem. Ah, e nunca me vão ver de cabelo louro. Posso vir a ter o cabelo mais claro, mas aquele louro platinado, nunca.

Texto de MAGG Lab, fotografia de Inês Correia de Matos - After Click.

Conteúdo produzido pela Magg Lab e patrocinado por:

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]