Luke Perry morre aos 52 anos depois de um AVC

Depois de ter sido induzido em coma pelos médicos, o ator norte-americano não resistiu ao AVC.

O ator morreu rodeado pela família e amigos próximos

Luke Perry, mais conhecido pela sua participação em “Riverdale” e “Beverly Hills”, morreu esta segunda-feira, 4 de março, depois de ter sofrido um AVC na passada quarta-feira, 27 de fevereiro.

A notícia foi adiantada pela revista “TMZ”, que diz que o ator norte-americano foi induzido em coma pelos médicos assim que chegou ao hospital. A ideia passava por possibilitar ao cérebro uma chance de recuperar do trauma do AVC. No entanto, e segundo os representantes do ator, os danos foram “demasiado extensos” e não foi possível salvá-lo.

Segundo a mesma publicação, Luke Perry morreu rodeado pela família e amigos próximos. A morte do ator acontece pouco tempo depois de ter sido anunciado o reboot de “Beverly Hills” — a série de culto onde Perry ganhou fama e reconhecimento ao interpretar a personagem Dylan McKay.

Apesar de o novo projeto contar com todo o elenco original, Luke Perry não se mostrou disponível devido às gravações de “Riverdale”, que em Portugal está disponível na Netflix.

Além disso, o ator participou ainda em “Once Upon a Time in Hollywood”, o novo filme de Quentin Tarentino sobre Charles Manson.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]