Casal português arrasado nas redes sociais por tirar foto num comboio em movimento

Raquel e Miguel têm um blogue de viagens e fotos incríveis pelo mundo. Mas uma imagem no Sri Lanka pode ter posto em risco a vida do casal.

Raquel e Miguel dedicam-se a tempo inteiro ao seu blogue de viagens

Instagram / Explorerssaurus_

Num mundo em que os blogues e os canais de YouTube são cada vez mais populares, e até se tornaram empregos a tempo inteiro para muitas pessoas, a pressão de produzir conteúdos apelativos é enorme para quem depende muito de visualizações e gostos nas redes sociais. Mas até onde é que estamos dispostos a ir para agradar aos seguidores, ou para conseguir a fotografia perfeita?

Esta foi uma das questões feitas por dezenas de utilizadores do Instagram a Raquel e Miguel, um casal de portugueses que são também os criadores do blogue de viagens Explorerssaurus. Em causa estava uma imagem publicada na página de Instagram que acompanha o blogue, onde a dupla se encontra pendurada de fora de um comboio em movimento, enquanto o mesmo atravessa uma ponte no Sri Lanka.

A imagem, captada no passado mês de fevereiro, mostra Raquel com o corpo totalmente de fora do comboio, apenas com um pé assente no chão da carruagem. Miguel, o namorado, está agarrado com às laterais da carruagem, também com o corpo inclinado para fora, para conseguir dar um beijo na testa de Raquel.

O casal, que viaja pelo mundo a tempo inteiro desde janeiro de 2019, enfrentou dezenas de comentários críticos, com muitos dos seus seguidores a condenarem o comportamento arriscado — e também salientaram que Raquel e Miguel podiam incentivar outros a replicar a imagem e a colocarem as suas vidas em risco.

“Arriscam as vossas vidas por uma fotografia? Apenas para a publicarem nas redes sociais? Ou fazem isto apenas pela adrenalina?”, escreveu uma utilizadora. Outra reforçou o exemplo irresponsável, comentando que “há pessoas estúpidas o suficiente para se sentirem encorajadas e replicarem a ideia — deviam ter noção da vossa responsabilidade ao influenciar outros”.

Também existiram comentários a salientar que a velocidade aparentemente lenta a que o comboio viajava não era o maior problema, mas sim a enorme ravina por onde este passava no momento em que a imagem foi capturada: “Um passo em falso e pronto. É uma pena que não consigam ver o risco”.

Ainda houve um utilizador que admitiu querer gostar da imagem, mas que apenas conseguia ver uma rapariga em perigo. “Um homem a colocar em risco a namorada. Devia ser ele a estar com o corpo todo de fora do comboio”, escreveu na caixa de comentários.

Apesar da polémica, Raquel respondeu a alguns seguidores, explicando que o comboio viajava a velocidade lenta. “Conseguem ver o meu cabelo? É para verem o quão rápido o comboio ia. É melhor conhecerem os locais antes de tecerem este tipo de afirmações rudes sobre pessoas que não conhecem”, escreveu a blogger, que acrescentou ainda que o que o sucedido não era perigoso, mesmo para uma pessoa “fora de forma”.

A paixão pelas viagens da dupla começou quando Raquel estudava engenharia biomédica em Espanha, e Miguel trabalhava como gestor de negócios em Portugal. O casal encontrava-se em diferentes cidades à volta do mundo como Veneza, Marraquexe, Paris, Milão, entre outras.

A dupla de viajantes abriu a página de Instagram em dezembro de 2017, e desde aí que publica fotos incríveis e de tirar a respiração. Em janeiro deste ano, Raquel e Miguel começaram a dedicar-se totalmente ao blogue, depois de comprarem uma viagem de ida para a Índia e de se despedirem dos seus empregos.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]