Hoje em dia, a preocupação com a saúde e com a forma física é cada vez maior. São muitas as pessoas que já não passam sem a sua corrida matinal, que dão prioridade aos treinos no ginásio e que fazem melhores escolhas alimentares. Porém, do outro lado do espectro, também existem aquelas a quem falta motivação, bem como tempo ou capacidades financeiras para pagar a mensalidade num ginásio.

E se existisse uma forma de fazer exercício que eliminasse estes três entraves? Parece impossível, mas existe — e já o pode ter feito sem se aperceber.

Como? De acordo com um estudo publicado a 22 de fevereiro no British JournalofSports Medicine, existe um estilo de exercício apelidado atividade física acidental de alta intensidade. Ou seja, momentos curtos de atividade física intensa, tais como subir três lances de escada com sacos pesados, aspirar a casa com vigor, ou correr para apanhar o metro, entre outras atividades mundanas, mas que o façam esforçar o seu corpo ao limite.

Como é que o exercício físico melhora o nosso cérebro

Segundo a mesma investigação, este tipo de atividade acidental, feita regularmente, pode levar a vários benefícios para a sua saúde, mesmo que sejam apenas esforços de 30 segundos, várias vezes ao dia.

E porque é que este tipo de atividade física pode resultar? Tal como nos treinos Hiit (High Intensity Interval Training), quando repetimos regulamente curtos esforços físicos intensos, estamos a ensinar o nosso corpo a adaptar-se a esse estímulo, para que consigamos responder cada vez melhor aos esforços seguintes. Trocando por miúdos, quantas mais vezes levarmos o cansaço ao limite, melhor vamos conseguir fazer as atividades com menos esforço das próximas vezes.

O mesmo principio aplica-se à atividade física acidental de alta intensidade: até 20 segundos a subir escadas três vezes ao dia, três vezes por semana, num período de seis semanas, pode conduzir a melhorias a nível do exercício cardiorrespiratório.

Este tipo de exercício resulta com todas as pessoas

Por mais que exista alguma força de vontade, muitas pessoas perdem a motivação para voltar a fazer exercício quando estão completamente fora de forma: acham que não vão conseguir acompanhar os exercícios nas aulas, ou ficam constrangidas por partilhar a sala de pesos com quem está completamente habituada à rotina de ginásio.

Mais uma razão para experimentar a atividade física acidental de alta intensidade: é adequada (mesmo) para todos, dado que consiste em atividades simples e que até já costuma fazer no seu quotidiano:

  • Em trajetos curtos, deixe de lado o carro e opte por caminhar em passo rápido ou ir de bicicleta;
  • Utilize sempre as escadas em vez do elevador;
  • Deixe o carro afastado das portas do supermercado para que tenha de carregar as compras por mais tempo;
  • Quando caminhar, alterne períodos a andar normalmente com outros em passo rápido (saberá qual é a velocidade máxima a que o consegue fazer quando sentir o seu coração a bater mais depressa e lhe for difícil falar);
  • Tente encontrar o caminho com mais subidas;
  • Leve o seu cão para uma zona em que o possa soltar e persiga-o durante períodos de 30 a 90 segundos de cada vez.

Este género de atividades faz com que seja mais fácil atingir o período de 30 minutos de exercício físico recomendado por dia.

Estudo. Consegue fazer 40 flexões? Isso quer dizer alguma coisa