6 dicas para ultrapassar o medo de voar

Para além de investir num curso especializado, há coisas bem simples que pode fazer, desde beber água até exercícios de respiração.

Apesar de voar ser bem mais seguro do que viajar de carro, há milhares de pessoas com esta fobia

Ross Parmly / Unsplash

Apesar de andar de avião ser muitas vezes sinónimo de férias, milhares de pessoas continuam a ter medo de voar — e ficam com suores frios semanas antes de passarem os torniquetes da zona de embarque. E por mais que as estatísticas comprovem que andar de carro é muito mais perigoso do que de avião, não há volta a dar.

A pensar nesta problemática, e caso se inclua no grupo que odeia voar, a momondo, motor de busca de viagens, sugere uma lista de ideias simples e práticas que o podem ajudar a tornar as viagens de avião mais prazerosas e menos aterradoras.

Para além de poder investir num curso especializado para superar esta fobia (existem várias companhias áreas que disponibilizam estas soluções, como a TAP) e de privilegiar voos de curta duração — tanto os voos de Lisboa até Marraquexe, ou do Porto para Toulouse, duram cerca de hora e meia —, seguem-se seis simples dicas para não enlouquecer dentro de um avião.

Não tenho medo de falar com a tripulação

Os assistentes de bordo também estão no avião para ajudar os passageiros a sentirem-se confortáveis e seguros. Caso isso o ajude, não hesite em partilhar os seus receios.

Evite o álcool

Tanto as bebidas alcoólicas como o café, os chocolates e os refrigerantes são estimulantes, e podem fazer com que o seu corpo fique mais alerta e, consequentemente, menos relaxado e mais preocupado com tudo e mais alguma coisa. Prefira a água, até porque é importante manter-se hidratado.

Use roupa confortável

Para além de não lhe restringir os movimentos, as peças devem ser respiráveis e de tecidos leves.

Relaxe os músculos

Utilize uma almofada para o pescoço, relaxe e resista à tentação de apertar o braço da cadeira.

Não encare os voos como um todo

Esta ideia ganha especial importância se estivermos a falar de voos longos. Divida-os em partes: filme, refeição, leitura, etc..

Não fique sempre sentado

Caso seja possível, levante-se da cadeira, faça alongamentos e experimente fazer exercícios de respiração para se sentir mais tranquilo.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]