Quem é Conan Osiris, o finalista mais falado do Festival da Canção

Trabalhou numa sex shop e ficou conhecido com "Adoro Bolos". No Festival da Canção, foi um dos preferidos. Saiba tudo sobre Conan Osiris.

Foi com o tema "Telemóveis" que Conan Osiris ficou em segundo lugar na semi-final

Este sábado, 16 de fevereiro, Lisboa recebeu a primeira semi-final do Festival da Canção, onde foram encontrados quatro finalistas para que um venha a representar Portugal no Festival da Eurovisão. Depois de muito se falar sobre a participação de Conan Osiris, a surpresa aumentou com o lugar que este conquistou. O cantor ficou em segundo entre os quatro distinguidos, tendo sido o preferido do público.

Até Conan Osiris ficou surpreendido. Mais, ficou chocado, conforme contou ao “Observador”: “Se ficasse em último também era chocante. Nunca se está à espera de coisas muito polarizadas”.

“Telemóveis” foi o tema composto e interpretado por Conan Osiris. “Estava a fazer muitos beats, primeiro, porque queria fazer beats novos. Mas tinha esta ideia [da batida instrumental de “Telemóveis”] já gravada no meu dictafone [ferramenta do iPhone] há bué tempo e pensei: népia, isto é perfeito para agora e para o festival”, explicou em entrevista.

Mas afinal quem é Conan Osíris? Chama-se Tiago Miranda, tem 30 anos e nasceu em Lisboa a 5 de janeiro. Perdeu o pai que era toxicodependente com 8 anos e foi criado por mulheres. Sendo a mãe a principal figura e a responsável pela introdução do fado na sua vida.

E foi assim que a música começou a fazer parte do dia a dia de Tiago Miranda, conforme explicou em entrevista ao “Diário de Notícias“: “Fui sempre fazendo músicas, às vezes no MSN, mandava clips de áudio, falava ao telefone a cantar. Primeiro comecei uma cena quase de tradição oral, musiquinhas que eu inventava de boca e colava nos amigos, era a cena. Depois na faculdade com o meu computador é que comecei a mexer.”

Estudou artes e design, trabalhou na sex shop ContraNatura, no Chiado, em Lisboa, e ficou conhecido quando no final de 2017 lançou o seu terceiro álbum “Adoro Bolos”. De repente, todos falavam de Conan Osiris e cantavam músicas como “Celulitite” ou “Borrego”.

O nome que já todos decoraram, é inspirado pela série de animação japonesa “Conan, o Rapaz do Futuro” e pelo deus egípcio Osiris, conforme explicou ao “Observador”.

Já foi por várias vezes comparado a António Variações, e na sua música põe influências tanto de fado como de Bollywood, mas é o seu vibrato que nos transporta até ao Médio Oriente que mais o caracteriza.

Além de compor e interpretar, Conan Osiris tem feito ainda produção. O álbum “Emocional” de Sreya foi todo produzido por Conan Osiris, além de também ter escrito as músicas com a também cantora.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]