Luciana Abreu reage às declarações de Yannick Djaló e diz ter sido vítima de violência doméstica

Em causa estão as declarações proferidas pelo jogador de futebol numa entrevista a Manuel Luís Goucha.

Luciana Abreu e Yannick Djaló estiveram casados entre 2010 e 2013 e têm duas filhas em comum

Instagram

Luciana Abreu esteve esta quinta-feira, 14 de fevereiro, no “Programa da Cristina“, da SIC, para esclarecer as declarações polémicas que o ex-marido Yannick Djaló proferiu numa entrevista ao programa “Você na TV“, na TVI.

De recordar que o futebolista, agora a atuar no Ratchaburi, na Tailândia, afirmou, na passada sexta-feira, 8 de fevereiro, numa entrevista conduzida por Manuel Luís Goucha, que estava impedido de ver as filhas que tem em comum com a artista. “Fiquei privado da convivência com as minhas filhas, e o tempo que passou não vou recuperar nunca mais”.

Agora, a atriz e cantora vem contar a sua versão dos acontecimentos e garante que nunca o proibiu de ver as filhas. “Nunca proibi o Yannick de estar com as filhas em casa, ele é o pai delas e é respeitado, mas o Yannick não pode querer ver as filhas com os jornalistas e os paparazzi a acompanhá-lo. Não pode importunar o período escolar, nem o descanso a que as filhas têm direito. Se ele gostar das filhas como diz, deverá respeitá-las. Em tempos autorizei que as visitasse na escola, mas fui obrigada, até por própria insistência das pessoas da direção, que não o deveria fazer face ao comportamento que ele estava a ter. Em vez de as minhas filhas ficarem satisfeitas e calmas, o Yannick constituiu um agente de desestabilização e as minhas filhas regressavam a casa preocupadas, agitadas e receosas”, disse Luciana Abreu, enquanto lia um comunicado.

Na entrevista a Manuel Luís Goucha, Yannick Djaló também referiu que pagou mais de 100 mil em pensão de alimentos. Luciana Abreu assegura que foram poucas as pensões que o futebolista pagou. “Diz que me deu muito dinheiro? Primeiro tem de provar à justiça de onde vem esse dinheiro, depois em que conta é que entrou porque na minha conta constam as poucas pensões de alimentos que ele pagou”, declarou.

No “Programa da Cristina”, Luciana Abreu acusou o ex-marido de abandonar as filhas e de ter sido vítima de violência doméstica. “Vou saltar a parte em que ele abandonou a casa, abandonou as filhas, foi para Miami com amigos, a parte em que ele compra um Porsche Panamera vendendo o meu carro para o qual eu tinha contraído um crédito, um BMW X6, acrescentando dez mil euros em dinheiro. (…) Vou saltar a parte em que as acompanhantes de luxo também me ligavam, semanas após semanas, a exigir o dinheiro que o Yannick não pagava nas festas que fazia, e abstenho-me de comentar o que acontecia nessas festas, porque devem calcular. E por ter tomado conhecimento desses factos, a reação do Yannick teve como consequência eu ter de pedir assistência a um hospital, fazer uma queixa de violência doméstica, da qual, pelo amor que eu lhe tinha, mais tarde acabei por desistir, mas está registada”.

No final da leitura do comunicado, Luciana Abreu garante que esta foi a primeira e a última vez que falou sobre o assunto. Luciana Abreu e Yannick Djaló estiveram casados entre 2010 e 2013 e têm duas filhas em comum.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]