Se é daqueles que todos os dias troca a água à refeição por uma Coca-Cola Zero na esperança de estar a fazer menos mal ao seu corpo, um novo estudo comprova que continua a fazer tudo errado. Pensada e organizada pela Associação Norte-Americana do Coração, esta nova investigação, publicada no início do ano, revela que beber bebidas gaseificadas e sem açúcar aumenta o risco de ataque cardíaco ou de AVC em quase um terço das mulheres.

Os resultados tiveram como base a observação e o acompanhamento de mais de 80 mil mulheres, entre os 50 e os 79 anos espalhadas um pouco por todo o mundo, o que permitiu concluir que aquelas que ingerem bebidas deste género, e de forma regular, têm mais de 31% de probabilidade de sofrer um AVC.

Estudo. Adoçantes da Coca-Cola sem açúcar são tóxicos para os intestinos

Além disso, têm mais 29% de probabilidade de vir a desenvolver uma doença coronária e mais 16% de probabilidade de morrer quando comparadas com outras mulheres que raramente recorrem a este tipo de bebidas.

Yasmin Mossavar-Rahmani, um dos investigadores responsáveis pela investigação, referiu em entrevista ao “Daily Mail” que são várias as pessoas que recorrem, erradamente, a este tipo de bebidas para cortar no consumo excessivo de calorias diárias. O motivo é óbvio: a falta de informação.

“Algumas pessoas pensam estar a fazer bem quando bebem Coca-Cola Zero ou qualquer outra sem açúcar como forma de cortar no consumo de calorias diárias. Mas estão a fazer mal, e os riscos são ainda mais acentuados em pessoas que já sofrem de excesso de peso ou de obesidade”, defende.

Os refrigerantes têm menos (ou nenhum) açúcar. Passaram a ser saudáveis?

No entanto, a credibilidade do estudo está a ser atacada desde que foi publicado. É que a Associação Norte-Americana do Coração, a mesma que financiou a investigação, já veio dizer que não é possível afirmar, com toda a certeza, que este tipo de bebida possa contribuir de forma direta para problemas de coração.

Além disso, há ainda a possibilidade de afinal estes resultados não se aplicarem a homens e a mulheres jovens. Mas seja como for, há um ponto em que a associação e os restantes investigadores que a têm escrutinado, parecem concordar. Quando a ideia for adotar um estilo de vida saudável, a solução ideal de bebidas diárias passa sempre pela água.

“Na água não há açúcares, não há calorias, e permite o funcionamento pleno do corpo”, afirma Yasmin Mossavar-Rahmani.