Pela primeira vez em 30 anos, os Óscares não vão ter um anfitrião. No entanto, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou a primeira rodada de apresentadores da cerimónia, que terá lugar já no dia 24 de fevereiro.

Assim, a primeira lista de apresentadores inclui as estrelas de “Crazy Rich Asians”, Awkwafina e Constance Wu; as ex-apresentadoras dos Globos de Ouro, Tina Fey e Amy Poehler; as vencedoras do Óscar de Melhor Atriz, Brie Larson e Charlize Theron; e outros grandes nomes como Daniel Craig, Chris Evans, Whoopi Goldberg , Jennifer Lopez, Maya Rudolph, Amandla Stenberg e Tessa Thompson.

Depois da polémica em torno de Kevin Hart, o escolhido pela Academia para apresentar a cerimónia, acusado de ser homofóbico, a falta de um anfitrião colocou mais pressão em garantir apresentadores de renome. Segundo a imprensa internacional, isto traduziu-se em intimidações para que os atores não participassem noutras cerimónias de prémios no período que antecede à gala mais importante do cinema.

Kevin Hart já não vai apresentar os Óscares depois da polémica

A Academia também anunciou esta segunda-feira, 4 de fevereiro, que Gustavo Dudamel e a Filarmónica de Los Angeles vão atuar durante o segmento In Memoriam. No sábado, 2 de fevereiro, confirmou também que pelo menos quatro dos indicados vão atuar: Bradley Cooper e Lady Gaga com “Shallow”, de “Assim Nasce uma Estrela”; Jennifer Hudson com “I’ll Fight”, de “RBG”; e Gillian Welch e David Rawlings com “When a Cowboy Trades His Spurs for Wings”, da balada de Buster Scruggs.

Um “convidado especial surpresa” irá interpretar “The Place Where Lost Things Go”, de “O Regresso de Mary Poppins”. A única música ainda não confirmada é “All the Stars”, de “Black Panther”, de Kendrick Lamar e SZA.

A 91.ª cerimónia dos Óscares terá lugar a 24 de fevereiro no Dolby Theatre. A transmissão em Portugal será nos canais Fox (com comentários) e Fox Movies (versão original de Los Angeles).