Depois do lançamento de “Giesta” em 2017, Miguel Araújo lançou um novo álbum. “Uma Noite na Philharmonie Luxembourg” chegou de surpresa este sábado, 26 de janeiro, e foi um presente de Natal que o cantor portuense quis oferecer aos fãs.

No entanto, de acordo com uma publicação na rede social Facebook, o álbum chegou com um mês e um dia de atraso por causa de um erro informático provocado por uma cedilha e um til.

Com capa desenhada pelo artista portuense I M U N E“Uma Noite na Philharmonie Luxembourg” é composto por 12 canções. No disco é possível ouvir covers de “Ai Margarida”, com poema de Álvaro de Campos e música de Camané e Mário Laginha, “American Tune”, de Simon & Garfunkel, e “Canção de Embalar o Action Man”, dos Vozes da Rádio.

O artista gravou ainda versões de canções da sua autoria como “Catavento da Sé”, que compôs para o álbum “Do Avesso” de António Zambujo, “Nos Desenhos Animados” e “Anda Comigo Ver os Aviões”, que criou quando ainda fazia parte dos Azeitonas.

Estes são os 21 discos mais aguardados em 2019 (entre eles está o novo de Adele)

Gravado na “Philarmonie Luxembourg” a 10 de outubro de 2018, este concerto (marcado de um dia para o outro) serviu de inspiração para a digressão “Casca de Noz”. Com 20 datas marcadas um pouco por todo o País, Miguel Araújo irá apresentar-se sozinho em palco tocando apenas guitarra, piano ou ukelele, tal como aconteceu no Luxemburgo.

“Uma Noite na Philharmonie Luxembourg” já está disponível em todas as plataformas digitais. Não se sabe ainda se o álbum terá uma edição em formato físico.