Dê-lhes 3 fios de cabelo e eles fazem-lhe o plano alimentar mais personalizado de sempre

Os alimentos, os nutrientes e os contextos ambientais alteram o nosso corpo e passam para a geração seguinte. A epigenética corrige.

Mais do que para engordar ou emagrecer, este plano serve para devolver o equilibrio ao seu organismo, tornando-o mais forte e saudável

Vivem-se tempos rápidos. Por mais que tentemos ser saudáveis, há coisas que estão fora do nosso controlo, e que nem sequer imaginamos que possam interferir com a nossa harmonia interna. Há o trânsito, poluição ambiental, noites mal dormidas, fungos e bactérias que desconhecemos, frequências constantes das tecnologias a entrarem no nosso corpo. Há alimentos em excesso e em défice, o que faz com que o equilíbrio dos nutrientes não seja o melhor, por mais que nos esforcemos para comer saudável.

São tantas coisas que parece impossível comandar tudo. O mais grave? Estes fatores alteram os nossos genes e passam de geração em geração. Ou seja, os nossos filhos e netos provavelmente vão herdar os nossos excessos e carências.

Há uma forma simples de fazer uma espécie de raio-X ao estilo de vida. Prepare-se para o nome estranho. A avaliação epigenética é uma análise de saúde que é feita em 15 minutos e fornece informações variadas que permitem perceber o que é preciso melhorar: desde os nutrientes em falta, aos alimentos em excesso, estado dos intestinos, do sono, equilíbrio musculo-esquelético, ao impacto da exposição às radiações e à poluição ambiental. Como? Através de três fios de cabelo, que posteriormente são colocados num pequeno aparelho — o S Drive, uma tecnologia de biomonitorização — de onde magicamente saem as informações. Super CSI, certo?

O grande objetivo deste teste é fazer um balanço de vida, com dados concretos, que permitam fazer alterações estruturais importantes. Não deteta doenças, atenção, apesar de alguns dados poderem sugerir que alguma coisa se passa. Nesses casos, o que se sugere é que se consulte um médico.

É uma ferramenta que ajuda a mudar o estilo de vida das pessoas”, explica a nutricionista Milene Celestino, formada em epigenése e uma das profissionais que trabalha na cadeia Kalorias, um dos poucos locais em Portugal onde é possível fazer esta avaliação — criada na Alemanha, pela empresa Cell-Wellbeing.

Os resultados são tão minuciosos que ocupam um total de 30 folhas, onde vêm contemplados mais de 800 indicadores-chave, que são distribuídos por diversos gráficos e tabelas — compondo aquilo a que se chama o Relatório Nutricional personalizado “Otimize Welness”, uma espécie de plano para ser aplicado ao longo dos 90 dias seguintes e mudar o seu estilo de vida. As necessidades do organismo ficam bem espelhadas, o que permite elaborar o plano alimentar mais pormenorizado, personalizado e concreto de sempre.

Não vamos descrever as folhas todas, mas avançamos alguns pormenores. Logo na primeira página virá um gráfico com a visão global da sua saúde, bem como as respetivas necessidades, em diferentes categorias: ácidos gordos essenciais, alimentos, aminoácidos, antioxidantes, microbiologia (bactérias intestinais), minerais, vitaminas e toxinas. Cada um destes indicadores surge classificado por relevância: muito alta relevância (prioridade), alta relevância (advertência), relevância moderada (considere), relevância normal (normal).

Mas nas restantes páginas surge informação muito mais minuciosa. Vai conseguir perceber, em concreto, os minerais que precisa, os aminoácidos ou vitaminas que lhe fazem mais falta, os alimentos que está a comer em demasia e que estão a provocar reações no organismo. Este último não é referente a alergias, atenção — o indicador mostra apenas que alimentos é que estão a saturar o nosso organismo, por excesso. Suponhamos que está a comer muitas amêndoas, todos os dias. A avaliação mostra que o corpo não está a gostar e sugere uma interrupção para reequilibrar os níveis de determinados compostos nutricionais.

Além da informação nutricional, vai entender que alimentos deverá evitar e consumir mais para reduzir a presença de fungos, parasitas ou bactérias. Vai conseguir ainda perceber que tipo de frequências deverá evitar durante um determinado período de tempo, como as de televisão, do computador, do telemóvel, das microondas (não é só referente ao eletrodoméstico, mas também o wi-fi). A hidratação e saúde músculo-esquelética também são avaliadas, sendo que esta última é fundamental para a prevenção e superação de uma série de doenças. Sabe-se, por exemplo, que quanto mais músculo um corpo tiver, maior é a sua capacidade de combater o cancro.

Tudo somado, esta informação permite avaliar uma série de sistemas do corpo: de desintoxicação, do sono, stresse oxidativo/inflamação, síntese proteíca, emoções, equilíbrio microbiano, metabolismo do açúcar, metabolismo dos ácidos gordos, produção de energia, saúde cerebral, sistema cardiovascular ou sistema gastrointestinal.

No final, provavelmente vai-se assustar com tudo aquilo que deverá mudar — até porque a avaliação inclui uma lista de restrições alimentares de 90 dias. Tudo o que vier a vermelho é para cortar. Mas lembre-se: mais do que ser um plano para emagrecer ou engordar, o resultado tem como grande objetivo gerar um corpo harmonioso, equilibrado, forte e saudável.

A avaliação epigenética pode ser feita no Kalorias, mediante marcação. Para os sócios da cadeia de saúde o valor é de 88€. Para não sócios é de 132€. Está disponível em todos os clubes.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]