5 cenas de sexo que correram mal atrás das câmaras

Anne Hathaway ficou nua em frente a toda a gente quando não era necessário, Dakota Johnson teve um espasmo muscular.

Anne Hathaway passou por um momento embaraçoso em "O Amor é o Melhor Remédio"

É bem provável que já tenha assistido a uma cena de sexo na televisão ou cinema e colocado a seguinte questão: “Quão embaraçoso terá sido fazer isto?”. Outra: “Quantas pessoas estariam a assistir àquilo?”. Mais uma: “Quantas vezes terão repetido a mesma cena?”.

Não temos resposta para nenhuma destas perguntas, mas o senso comum diz-nos que gravar uma cena de sexo deve ser extremamente embaraçoso para todos os envolvidos. Às vezes as coisas vão ainda mais longe, e a dedicação ao papel que estão a interpretar termina em lesões, quedas ou nudez total em momentos desnecessários.

Contamos-lhe a história de 6 cenas de sexo que correram mal atrás das câmaras.

Anne Hathaway em “O Amor é o Melhor Remédio”

Ninguém quer ficar nu em frente à equipa de filmagem mais tempo do que o necessário. Bem, foi exatamente isso que aconteceu a Anne Hathaway durante a rodagem de “O Amor é o Melhor Remédio“. A atriz que contracena com Jake Gyllenhaal achava que estavam a gravar quando tirou a roupa toda, mas afinal era apenas um ensaio.

“[Na cena] tenho de tirar o meu casaco e ficar nua por baixo, e eu pensei que estávamos a gravar”, contou na estreia do filme em Nova Iorque. “Afinal estávamos apenas a ensaiar e eu fiquei nua desnecessariamente em frente de muitas pessoas”.

Ryan Reynolds em “Cuidado Com o Que Desejas”

Olivia Wilde decidiu tramar Ryan Reynolds durante as gravações de “Cuidado Com o Que Desejas“. “Então, na cena, ela está sentada e eu tiro-lhe a blusa, tiro-lhe o sutiã e ela tem aqueles adesivos [nos mamilos], mas desenhou-lhes pequenos e adoráveis sorrisos”, contou a estrela de “Deadpool” no “The Tonight Show with Jay Leno”. “Esqueci-me de todas as falas — não apenas daquele filme, mas de todos os filmes que alguma vez fiz”.

“A determinada altura, ela pega nas minhas mãos e mete-as nas mamas. Quando as tiro e olho para elas, tenho duas malditas carinhas sorridentes e não faço ideia do que fazer. Como um idiota, o meu reflexo é colocar novamente as mãos nas mamas”.

Robert Pattinson em “Mapas Para as Estrelas”

Fazer sexo com um desconhecido é estranho. Mas e se esse desconhecido fosse Julianne Moore? Foi o que aconteceu com a estrela de “Crepúsculo” em “Mapas Para as Estrelas“. “Suei como um maluco”, contou Robert Pattinson à revista “Heat”. “Eu estava literalmente a tentar apanhar as gotas de suor para impedi-las de caírem. Depois ela perguntou-me se eu estava a ter um ataque de pânico. Foi tão embaraçoso.”

Dakota Johnson em “As Cinquenta Sombras de Grey”

Um filme cujo tema principal é sexo só pode ter dias de filmagens altamente intensas. No caso de Dakota Johnson e Jamie Dornan em “As Cinquenta Sombras de Grey“, porém, uma das cenas terminou mesmo em lesão. “Eu sofri um espasmo muscular quando ele me atirou para a cama”, contou à “Glamour”. “Foi tão doloroso”.

Allison Janney em “A Vida em Tempo de Guerra”

Terminou em queda a cena de sexo de Allison Janney e Michael Lerner em “A Vida em Tempo de Guerra“. “Tínhamos de ter sexo contra uma parede e eles começaram a pulverizar-nos com coisas brilhantes para nos fazer parecer suados, mas ninguém parecia perceber que estávamos num piso de mármore”, contou a atriz à revista “People”.

“Eles disseram ‘ação’, ele puxou-me contra a parede, os pés escorregaram e ele caiu. Foi terrível, mas um daqueles momentos que nunca vou esquecer”.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]