A partir de 2020 Lisboa vai dizer adeus aos copos de plástico descartáveis

A Câmara Municipal anunciou esta quinta-feira que a partir de 2020 já não vão existir copos de plástico deixados pelas ruas.

Novas regras entram em vigor no primeiro dia de 2020

A batalha contra o uso excessivo do plástico tem sido um dos temas mais falados da atualidade. O lixo resultante de festivais, vendas de rua, e mesmo dos próprios cafés e restaurantes é mesmo muito.

A Câmara Municipal de Lisboa anunciou esta quinta-feira que a partir de 2020, a venda de bebidas em copos de plástico vai passar a ser proibida em toda a cidade. Com a Capital Verde Europeia a acontecer no próximo ano, a autarquia aproveitou para incentivar os restaurantes e bares a ter uma maior preocupação com o meio ambiente.

Os empresários têm “até 31 de dezembro de 2019 para eliminarem os plásticos descartáveis, nomeadamente os copos, em espaço público”, referiu o vice-presidente da autarquia, Duarte Cordeiro, em conferência de imprensa.

A proibição não abrange só os copos de plástico de utilização na rua, mas faz parte de um conjunto de dez medidas que a câmara quer incluir na nova versão do Regulamento de Gestão de Resíduos, Limpeza e Higiene Urbana. A versão mais recente desse documento é de 2004 e as alterações vão ser discutidas na próxima semana.

Com esta medida não se quer “mudar hábito nenhum da cidade”, como disse Duarte Cordeiro, garantindo que ele próprio e o presidente Fernando Medina são adeptos de um bom copo ao ar livre.

Os empresários têm assim praticamente um ano para se adaptarem às novas regras, que entram em vigor no primeiro dia de 2020.

Os espaços não são obrigados a optar por copos de plástico reutilizáveis. Podem escolher outras alternativas, como copos de vidro ou limitar a saída de bebidas para a rua.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]