A verga está cada vez mais na moda. No verão passado foi difícil encontrar uma praia ou uma piscina sem uma malinha de verga, simples ou com detalhes. Até em looks mais urbanos, a malinha de palha não faltava. A febre chegou também aos acessórios, sendo que não faltaram brincos, colares e outras bijuterias em palhinha. Agora, é altura de trazer os berços em verga para a ribalta. Outra vez.

Basta uma pesquisa rápida no Instagram para perceber que a verga saltou para dentro de casa. Cadeiras, baloiços e berços são cada vez mais adotados por aqueles que gostam de decoração. No que toca a bebés, a loucura parece ter começado em 2013 quando Kate Middleton, na altura grávida do seu primeiro filho, foi vista com a mãe a comprar um cesto de verga para o bebé.

Hoje em dia, são diversas as celebridades e bloggers que partilham no Instagram os berços de verga das suas crianças. Mafalda Sampaio, a eterna “Maria Vaidosa”, é uma das influenciadoras que escolheu um berço de verga para a filha, Madalena.

Mafalda Sampaio ainda grávida, com o seu cão e o cesto de verga para a filha

No nosso País a tendência ainda não é absoluta, mas já existem marcas a desenhar e comercializar este tipo de berços. A Bassinets & Co é uma delas. Filipa Silva fala da marca que criou como quem fala de um filho – babada e com um enorme carinho e orgulho. Mas também não é para menos. A marca nasceu o ano passado e já tem clientes nacionais e estrangeiros, principalmente aqueles que gostam de dar uma peça única aos filhos ou netos.

Filipa Silva estava grávida do primeiro filho quando uma amiga lhe emprestou um berço artesanal, de verga – uma peça única com um significado especial. Ficou apaixonada, admite, mas depois de uma rápida pesquisa percebeu que a oferta não era assim tão variada. Não havia muitas marcas que oferecessem “peças únicas e práticas que permitiam que o bebé estivesse em qualquer parte da casa”.

A nova coleção da H&M Home já chegou às lojas (e nós temos 15 sugestões)

A sustentabilidade também é o core do negócio, já que os berços são feitos artesanalmente com bambu e verga o que os torna leves, eco-friendly e únicos. Para além disso, são uma peça intemporal, uma herança que pode passar de geração em geração.

A marca tem disponível uma coleção fixa de cinco berços (Julie, Aurora, Pippa, Lola e Harper) e ainda uma edição limitada, o berço Claire. Existe também um berço maior, que as crianças podem usar até aos dois anos, chamado Benjamin Crib. A Bassinets & Co vende os produtos através das suas páginas de Facebook ou Instagram e ainda pelo e-mail [email protected]

Para este ano, estão programados o site online e a presença em algumas lojas físicas.

7 fotos