A história da mulher que foi filmada e gozada no ginásio

Um utilizador do Reddit partilha o episódio a que assistiu. Começou mal, mas acabou da melhor forma.

A mulher tinha começado a treinar porque um dos pai morreu de doença de coração relacionado com o excesso de peso

Entrar num ginásio pela primeira vez pode ter tanto de excitante como de assustador. Se, por um lado, estamos empenhados na missão ser saudável e estar em forma, por outro, há todo o constrangimento em torno disso: os aparelhos que não conhecemos, a transpiração, os exercícios que ainda não sabemos executar bem.

Continua: a consciência excessiva dos nossos movimentos e aparência, as pessoas à volta, que parecem todas profissionais do fitness, com as suas luvas, leggings e ténis de última geração, que mal se sentem e por pouco que não fazem voar.

Foi este misto de estranheza com embaraço que levou um utilizador do Reddit a pedir conselhos sobre como adaptar-se e sentir-se à vontade no ginásio. Choveram comentários, com dicas para tornar tudo mais fácil. No meio das respostas, houve uma que criou especial alarido e revolta. JohnSnow1982 relatou, a 3 de janeiro, o episódio vergonhoso, partilhado pelo “Bored Panda“, a que um dos seus amigos de Facebook assistiu enquanto treinava.

“A mulher com quem estavam a gozar sabia o que é que estava a acontecer e estava quase em lágrimas”

“Bem… aconteceu. Eu estava no ginásio esta manhã e um grupo de duas mulheres e um homem estavam obviamente a rir-se e a falar sobre outra mulher que era claramente nova a treinar e que estava nervosa por estar ali. Eu não percebi logo que isto estava a acontecer porque tinha os meus auriculares. Até que vi uma das mulheres a sacar do telemóvel para fazer um vídeo. A mulher com quem estavam a gozar sabia o que é que estava a acontecer e estava quase em lágrimas… saiu da passadeira e foi para junto da sala dos cacifos.

Guardei os meus pesos, seguia-a e disse-lhe para esperar ali. Fiz queixa do grupo ao gerente. Quando voltei, a mulher estava a chorar e disse-me baixinho que não sabia o que é que estava a fazer, mas que estava a tentar aprender. Ela explicou que tinha recentemente perdido um dos pais por causa de um ataque cardíaco relacionado com o excesso de peso e que os médicos lhe tinham dito que ela ia no mesmo caminho caso não tivesse cuidado. Eu disse-lhe que todos começamos por algum lado e, depois de estarmos a falar um bocado, disse-lhe que o algum lado dela começava hoje e ajudei-a. Pedi-lhe que acabasse o treino dela comigo e disse-lhe que ia ajudá-la a aprender aquilo que eu sabia, porque eu estava exatamente no mesmo sítio que ela, um ano antes.

Durante o resto do treino ela tinha um sorriso na cara. No final, os três membros do ginásio foram expulsos permanentemente. E eu tinha feito uma nova amiga.

O ponto disto é simples. Eu sei que todos ficamos frustrados no ginásio quando está mais cheio no início do ano, mas é realmente difícil compreendermos o impacto que temos no caminho das outras pessoas. Não tenho a mínima dúvida de que esta mulher não teria voltado ao ginásio se a sua única experiência tivesse sido ser gozada. Por favor, por favor, ajudem os outros a sentirem-se bem-vindos… Nem sequer precisam de falar com eles. Sorriam só ou acenem. Estamos todos lá para sermos a nossa melhor versão, independentemente do quão vazio ou cheio o ginásio às vezes consegue estar. Espalhem o amor e a positividade. Podem estar a mudar a vida de alguém.”

As respostas

As respostas chegaram às dezenas. As pessoas condenaram a atitude de quem gozou e defenderam todos aqueles que iniciam os treinos pela primeira vez, partilhando as suas próprias experiências.

“Meu, as pessoas conseguem ser tão idiotas. Tenho tanto respeito por pessoas que fazem o esforço para resolverem o problema [excesso de peso]. Não sou um modelo de fitness do Instagram. Tenho peso a mais para perder, mas consigo integrar-me mais facilmente [face a pessoas com muito excesso de peso]. Mesmo assim, às vezes sinto-me estranho como tudo e as pessoas olham para mim. Esforço-me muito. Já tive pessoas a deixarem-me tão desconfortável. Portanto, quando olho para alguém é por respeito. Porque, porra, olhem para elas a seguir em frente. É motivação para mim.”

“Fico contente que a gerência do ginásio tenha escolhido o caminho do bem-estar dos sócios e não do dinheiro. Não deve ser aceitável, em circunstância nenhuma.”

“Isso é tão triste. Ela devia estar mesmo orgulhosa por ter feito a escolha saudável e aquelas pessoas estragaram-lhe isso.”

“Isso mesmo! Ninguém nasceu um rato do ginásio, toda a gente tem de começar por algum lado.”

“O ginásio é um sítio assustador, especialmente para pessoas novas. Ela precisou de muita coragem para ir sozinha. Obrigada por seres uma heroína.”

“Isso é como gozar com um alcoólico por ir para os AA.”

“Nunca julguem. Andei no ginásio durante anos e sempre dei as boas-vindas a novas pessoas. É assustador experimentar coisas novas.”

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]