“Faz-te um homem”, diz pai de Meghan a príncipe Harry

Thomas Markle revela a conversa que teve com o príncipe antes do casamento. Considera que ele é arrogante e que se acha superior.

Thomas Markle não acredita que Meghan tenha feito Kate chorar, como dizem os jornais

Não terá feito parte das resoluções de Ano Novo de Thomas Markle acalmar as polémicas. Depois de, há uns meses, o pai da Duquesa de Sussex ter discutido ao telefone com o Príncipe Harry, e de lhe ter desligado o telefone na cara, agora vem dizer ao “The Sun”, a propósito deste episódio, que ele precisa de se “fazer um homem” — ou, como se diz em inglês, “man up”.

O pai de Meghan, que não foi convidado para o casamento real depois de ter colaborado com os paparazzi, já anunciou que queria reatar as relações com a filha e com a sua nova família, mas, mesmo assim, não se conteve. A mensagem para o príncipe continuou: “(…) Passa à frente… Se eu sou a primeira pessoa que te insultou ou magoou os teus sentimentos, tens um longo caminho a percorrer.”

A chamada telefónica a que o americano de 74 anos se refere aconteceu antes do casamento, pela altura em que Harry lhe terá dito: “É isto que acontece quando não fazes aquilo que dizemos”, numa alusão ao facto de ele ter falado com a imprensa.

No relato do episódio ao jornal, disse ainda: “Eu acho que ele sente que está acima de todos e que tem o direito de desconsiderar as pessoas… E eu não posso aceitar isso. Parece arrogante.”

A conversa com o “The Sun” veio a propósito das más relações entre a família Markle. Thomas, que não contacta com a filha desde maio (mês do casamento real), diz estar de coração partido por não poder interferir e ajudar nos alegados conflitos entre os casais Meghan e Harry e Kate e William.

De acordo com o tabloide inglês, Meghan já tem a alcunha de “Duquesa Difícil” por enviar emails às cinco da manhã e pela atitude impositiva para com o staff da realeza. Foi também acusada de fazer Kate Middleton chorar nas provas de vestido de dama de honor. As relações entre os casais não parecem estar boas, de acordo com o que as notícias têm transmitido.

No entanto, Thomas Markle duvida que a filha tenha tido as atitudes das quais está a ser acusada. “Não acredito que ela tenha feito a Kate chorar. Em primeiro lugar, a Kate é mais forte do que isso”, diz.

O homem fala também na infelicidade que sente por não ter estado presente no casamento.”Tudo isto devia ter sido um dos momentos mais orgulhosos da minha vida”, disse. “Fui um bom pai e não fiz nada de mal. Há assassinos que matam 19 pessoas e as filhas mesmo assim visitam-nos na prisão.”

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]