Se há época para investir, é agora. Com a chegada dos saldos os preços tornam-se menos proibitivos, as peças tornam-se acessíveis e, com o mesmo dinheiro, é possível comprar-se mais coisas. A roupa é o segmento que prende mais a atenção em tempo de descontos, mas a decoração não deve ser esquecida.

É provável que olhe para a sua casa e pense que precisa de uma renovação urgente. Está farta dos móveis, das almofadas, do tecido dos cortinados, da colcha da cama. Mas o dinheiro, o dinheiro… Bem, os saldos são uma excelente oportunidade para adquirir peças que podem mudar por completo o ar de uma divisão — e sem arruinar as finanças, que é a melhor parte.

Saldos. 50 peças para comprar na Zara

Na sala, por exemplo, basta manter a base original e ir trocando as almofadas, as mantas ou os cortinados, para sentir que está noutra divisão. Velas e pequenos objetos de decoração também são bem-vindos. No quarto, mudar os lençóis ou as colchas são as opções mais fáceis para mudar. Trocar molduras, adicionar quadros e até trocar o candeeiro são outras ideias.

Outro conselho a longo prazo é comprar a decoração para o próximo Natal agora. É verdade que as rabanadas e o bolo-rei que se comeu no Natal ainda dão voltas no estômago, mas comprar decorações para o próximo dezembro em pleno janeiro poderá poupar-lhe alguns euros. Agora que a época acabou, os preços destas decorações tendem a descer. Por isso, se é fã do Natal e já sabe de antemão que em dezembro comprará decoração natalícia, aconselhamos que o faça agora.

20 fotos