As tendências mais horríveis de 2018

Calças quase sem tecido, unhas com pelo e crocs com plataforma e jóias foram algumas das modas lançadas em 2018.

Na moda e na beleza houve quem tivesse originalidade para criar de tudo um pouco

Com o ano a terminar, chegam os balanços e as metas para o novo ano. A moda não foge ao figurino. 2018 foi um ano especialmente rico em tendências estranhas.

A cada dia que passava, parecia que elas germinavam quais cogumelos selvagens. Neste ano, na secção de beleza, as sobrancelhas foram as mais originais: há quem tenha desenhado sapatos e até ondas. Nas unhas, houve quem achasse interessante colocar pelo como topping final.

Na moda, as calças de ganga vieram com pouco tecido, houve algumas com plástico na zona dos joelhos e surgiu ainda a tendência crocs: as famosas sandálias de plásticos ganharam altura e jóias, numa clara tentativa de as tornar mais apelativas (tentativa essa completamente falhada). Ganhámos umas crocs versão plataforma e umas versão stiletto.

Mas há mais. Pela amostra que aqui juntamos, 2018 pode ser recordado como o ano das piores tendências de sempre até agora.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]