Os 8 melhores filmes de Natal para ver na Netflix

Desde "O Amor Acontece", o clássico de cinema, ao mais recente filme com Kurt Russell no papel principal, estas são as nossas sugestões.

Há também um filme de animação fofinho, que conta uma história de amor e de ternura pelos olhos de uma criança

A pensar naquelas pausas entre as várias opções de comida a compor a sua mesa de Natal, fomos à procura dos filmes mais engraçados que retratassem esta época com alguma originalidade e diversão.

Encontrámos vários: desde “O Amor Acontece”, aquele clássico de cinema que é capaz de estar ao mesmo nível de um “Sozinho em Casa” ao “The Christmas Chronicles”, o novo filme da Netflix que conta com Kurt Russell enquanto Pai Natal, há de tudo um pouco para garantir que não se aborrece nos dias 24 e 25 de dezembro.

Estes são os 8 filmes de Natal que pode ver (e rever) na Netflix.

“The Christmas Chronicles”

“The Christmas Chronicles” é o novo filme da Netflix que promete animar a família durante as festividades. No filme, a mãe de Teddy (Judah Lewis) e Kate (Darby Camp) tem de deixar os filhos sozinhos na noite de Natal e os miúdos começam a notar alguns movimentos estranhos pela casa.

Kate, a mais nova, acredita que é o Pai Natal (Kurt Russell) e está disposta a provar ao irmão que ele existe. Juntos, encontram o seu trenó e escondem-se nele sem que o Pai Natal seja capaz perceber o que está a acontecer. Quando, finalmente, vê os miúdos no seu trenó, perde o controlo, as renas acabam por fugir e o saco dos presentes de todos os miúdos desaparecem. Juntos, terão de arranjar uma forma de salvar o natal

“The Princess Switch”

Em “The Princess Switch”, Stacy DeNovo (Vanessa Hudgens) tem uma pastelaria com bastante sucesso em Chicago, nos Estados Unidos da América, e é inscrita pelo colega Kevin (Nick Sagar) num concurso internacional de pasteleiros em Belgravia, no Reino Unidos.

Quando chega ao concurso e conhece os restantes concorrentes, Stacy dá de caras com a Duquesa de Montenaro, Margaret Delacourt e percebe que é igual a ela, literalmente. Ao verem as suas semelhanças, Stacy e Margaret fazem um acordo: durante alguns dias, irão de trocar de lugar uma com a outra, mas nem tudo vai correr bem no momento em que cada uma tiver de regressar às suas vidas reais.

“A Wish for Christmas”

As ideias e opiniões de Sara Thomas (Lacey Chabert) sempre foram ignoradas, mas tudo muda no dia em que o chefe da empresa onde trabalha lhe tenta roubar uma ideia pensada por ela para uma iniciativa de Natal. Farta de ser menosprezada pelo chef, Sara pede ao Pai Natal (Howard Storey) que lhe dê coragem para o enfrentar.

O desejo é-lhe concedido mas só terá apenas 48 horas para realizar aquilo que antes não fora capaz. Com o decorrer da história de “A Wish for Christmas”, Sara vai aproveitar todo o tempo que tem para dizer aquilo que sempre quis dizer — mas que não teve coragem para o fazer.

“Christmas Wedding Planner”

Em “Christmas Wedding Planner”, a história acompanha a figura de Kelsey Wilson (Jocelyn Hudson), que está a planear aquilo que considera ser o casamento de Natal perfeito para a prima. No entanto, tudo parece correr mal quando um detetive privado, Connor McClane (Stephen Huszar) é contratar para arruinar o casamento.

Depois de vários pedidos, Kelsey aceita trabalhar com Connor para desmascarar o noivo, ao mesmo tempo que finge organizar a festa perfeita.

“O Amor Acontece”

É capaz de ser um dos filmes clássicos de Natal, quase ao mesmo nível de outras produções como “Sozinho em Casa” ou “Música no Coração”. Falamos de “O Amor Acontece” onde vários casais (alguns protagonizados por Lúcia Moniz, Colin Firth ou Hugh Grant) têm de lidar com os vários problemas das relações amorosas.

Tudo isso, claro, enquanto festejam (ou tentam festejar) o Natal e tudo o que a época representa. O clássico de cinema está disponível na Netflix e promete um serão repleto de boa disposição e nostalgia.

“Angela’s Christmas”

“Angela’s Christmas” é um filme de animação onde a história se passa em meados de 1919, na Irlanda. No file, Angela é apenas uma criança cujo único desejo é que todas as pessoas tenham amor, carinho e se sintam protegidas no Natal.

É essa inocência e ingenuidade tipicamente infantil que a levam a roubar a estátua do menino Jesus, do presépio da igreja da sua aldeia, com o objetivo de tomar conta dela para que não se sinta sozinha durante a época natalícia. O filme conta uma história de amor e de ternura pelo olhar carinhoso e inocente de uma criança.

“I’ll be Home for Christmas”

Em “I’ll be Home For Christmas”, Jackie Foster (Mena Suvari), a personagem principal, é mãe solteira e nunca teve uma relação fácil com o pai, Jack (James Brolin), um polícia reformado. Tudo parece sofrer uma reviravolta enorme quando Jack aparece em sua casa, poucos dias antes do Natal, e conhece Gracie (Giselle Wisenberg), a filha de Jackie.

Durante a consoada, toda a família volta a estar unida e tudo parece ter sido deitado para trás das costas mas a verdade é que ainda há muitos problemas (alguns graves) por resolver.

“48 Christmas Wishes”

Os elfos do Pai Natal destroem, por acidente, as cartas das crianças da pequena cidade fictícia de Minnedoza. É durante o caos e o pânico de não saber que prendas oferecer, que descobrem que se pelo menos um dos desejos dos miúdos não se concretizar, o Natal corre o risco de desaparecer de todo o mundo para sempre.

É por isso que dois elfos, Mindy (Clara Kushnir) e Cam (Etham Yang), tentam recolher todos as desejos dos miúdos, ao mesmo tempo que tentam ajudar uma família que se recusa a celebrar o Natal depois da morte de um dos membros da família.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]