Bão. O novo pão sem glúten que tem mesmo de provar

Ângela Silva deixou a marca Miolo para se dedicar à Bão. Agora faz só pães sem glúten, em pequena escala e com ingredientes originais.

O pão da Bão está à venda em algumas lojas Celeiro, na Miosótis e Maria Granel, em Lisboa, e na Bioshop, em Cascais.

Depois de oito anos à volta das massas, Ângela Silva lança finalmente para o mercado o pão que sempre quis que os portugueses comessem.

Bão é uma marca de pão feito sem glúten e com fermentação natural. “Mas não com a chamada massa mãe. Uso uma técnica anda mais antiga, na qual são colocados grãos em água durante vários dias e onde é retirada a levedura“, explica à MAGG. Desta forma, o pão é feito sem recurso a químicos mas, por outro lado, não fica com aquele travo ácido que resulta do uso da massa mãe.

As farinhas usadas são sem glúten, claro, até porque todos os pães têm a certificação da Associação Portuguesa de Celíacos. Em vez do trigo, Ângela recorre à aveia, ao millet, ao amaranto ou à farinha de trigo sarraceno, às quais junta água, fermentos e pouco sal. “Não é preciso mais nada” garante. A não ser amassar.

Foi aliás essa “ideia romântica”, como lhe chama, de se ver na cozinha a amassar o próprio pão que levou Ângela a aventurar-se na cozinha. Já costumava fazer bolos e, um dia, decidiu fazer pão, sem nunca imaginar sequer que podia fazer disso vida.

Aproveitou a crise para se despedir do trabalho em Publicidade e dedicou-se a 100% ao pão, primeiro com a marca Miolo e, agora, com a Bão. Pelo meio, lançou dois livros, “O Livro do Pão” em 2015 e, mais recentemente, “O Livro do Pão Sem Glúten”.

A Miolo ganhou uma dimensão com a qual não se identificava e, apesar de a marca continuar no mercado, Ângela já não faz parte do projeto. Agora, com a Bão, vende em pequena escala, como sempre idealizou, e com receitas que não param de surgir.

Disponíveis estão as receitas de pão de água (6,40€) — a lembrar o alentejano —, o de trigo sarraceno e castanha (6,70€), o de alfarroba (6,90€), o de teff com sementes (7,20€) e de aveia com banana verde (7,20€). A próxima invenção a ser posta à venda tem como ingredientes principais o amaranto e o millet.

A loja online está prestes a ser lançada e, no entretanto, pode ser comprado em algumas lojas Celeiro, na Miosótis e Maria Granel, em Lisboa, e na Bioshop, em Cascais.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]