“Casados à Primeira Vista”. Presentes eróticos, o balanço no programa e histórias de Natal no episódio especial do programa

Os casais e especialistas reuniram-se num episódio extra de celebração de Natal. Houve troca de presentes, jantar e muita conversa.

Apesar de estarem na fase de reflexão — em que têm de perceber se a relação pode continuar fora do programa — os casais uniram-se à mesa para um jantar descontraído e sem discussões

Daniel, Daniela, Dave, Eliana, Cláudio, Isabel, Graça e Zé Luís apareceram com o espírito certo. Vinham vestidos com camisolas invernosas e natalícias e a entoarem canções de Natal. Os quatro casais que decidiram continuar na experiência da SIC, ainda que na fase de reflexão, reuniram-se num episódio extra, sem decisões importantes ou cerimónias de compromisso, para celebrarem o Natal. Os embrulhos para o amigo secreto seguiram para debaixo da árvore, decorada com as fotografias dos diferentes casamentos. A apresentadora Diana Chaves e os especialistas também marcaram presença, exceto Eduardo Torgal, e comentavam o simbologia das imagens.

Juntos à mesa, todos comentaram a forma como costumam celebrar o Natal em casa. José Luís, natural do Porto, falou do bacalhau, das rabanadas, do cabrito. Cláudio, que é madeirense, falou na tradição do polvo no forno, do bolo e broas de mel. Em casa de Graça há comida tradicional, mas opções veganas também não faltam. Daniela gosta da tradição, mas não é apologista do consumismo. Prefere optar por presentes com significado, feitos por cada um, e em atividades conjuntas, como fazer biscoitos. Já para Dave, esta é uma época especial, em que ajuda a mãe na cozinha — mas não sem antes acordar cedo e ir surfar.

Trocaram ainda histórias de tradições familiares. O avô de Eliana, por exemplo, sabe tudo. “Podemos perguntar-lhe ‘como é que se chama o cão do fotógrafo de D. Afonso Henriques’ que ele sabe”, disse. Já em casa de Daniela, até há cerca de três anos, o avô de Daniela deixava-lhe romãs descascadas, todas as manhãs.

Os quatro casais, Diana Chaves e os especialistas conversaram ainda sobre a experiência no programa, sem a pressão e obrigatoriedade de falarem sobre as relações ou sentimentos pelo marido ou mulher, como Daniela salientou. Para todos, a participação no programa valeu muito a pena. Foi positiva e frutuosa, porque se criaram laços, como disse Dave. Graça foi mais longe e referiu o grupo como sendo uma espécie de “segunda família.”

No especial jantar de Natal também houve espaço para destacar as maiores qualidades e características mais evidentes de cada um dos presentes. José Luís foi descrito como uma espécie de psiquiatra, porque foi bom ouvinte em situações de crise de outros casais. Graça foi a que recebeu mais elogios por parte dos restantes participantes de “Casados à Primeira Vista”: é a relações públicas, a mamã, a ajuda, a cola do grupo, que organizou pequenos-almoços, chás e outras atividades entre todos.

Segundo Graça, Daniela é ingénua e crente no amor, mas também uma mulher ligada à terra e à natureza. Já Daniel é um homem reservado, mas depois revela-se um “amigalhaço”. Eliana é a “enfant terrible”, de acordo com Dave, e a representação da juventude naquele núcleo. Por outro lado, ele é leal e amigo, mas ao mesmo tempo, um homem que precisa de liberdade. Isabel e Cláudio entraram no programa num momento em que todos os casais estavam a passar por crises. Segundo o grupo, ela é uma mulher sábia e profunda, que sabe dizer as coisas certas na hora certa. Ele é tão brincalhão que, por vezes, chega a ser difícil perceber se está a falar a sério.

Algemas, fio dental e o cachecol do FCP. Os presentes do amigo secreto

E quais é que foram os presentes do amigo secreto? Poucas foram ao acaso. Cada membro do experiência escolheu objetos ou produtos alusivos às personalidades do concorrente que lhe calhou no sorteio. E não podia ter começado melhor. Cláudio deu a Daniel um fio dental, ou “cuecas profissionais de strip”, pelo seu lado sedutor — e por ter despido a camisa no casamento. O madeirense não se limitou a oferecer a quem lhe saiu no sorteio. Deu duas das camisolas que vestiu quando jogava na seleção nacional de pingue-pongue, uma a Dave e outra à mulher Isabel. As piadas eróticas não terminam aqui: Graça recebeu umas algemas felpudas de Isabel, a propósito de uma conversa em que a mulher do norte referia que um dia ia algemar Zé Luís à cama.

José Luís, sempre apologista das coisas “limpinhas”, ofereceu produtos de higiene a Isabel. Recebeu, de Dave, um cachecol do Futebol Clube do Porto, comentando que não podia ter recebido nada melhor. Graça optou por uma loção hidratante de chocolate para dar a Eliana, brincando com o seu lado de “comilona”.

Daniel optou por explorar o lado holístico de Dave e ofereceu-lhe dois cristais da sorte, um da amizade e outro do amor eterno. Por último: Eliana deu bombons a Daniela, que ofereceu a Cláudio mini raquetes portáteis de pingue-pongue e ainda, em modo de brincadeira, ganchos com luzes de Natal para pôr na barba e cabelo.

Apesar de o programa ter sido calmo, esperam-se emoções mais fortes no episódio que se segue, já na próxima semana. Todos os casais unidos pelos especialistas do programa vão marcar presença — incluindo Lídia e Francisco e Sónia e João.

Partilhe
Fale connosco
Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado. [email protected]